Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Tom Daley: O campeão olímpico que faz tricô e se tornou ícone LGBT

"A única coisa que me manteve são ao longo de todo esse processo é meu amor por tricô", explicou o mergulhador nas redes sociais.
Correio da Manhã 3 de Agosto de 2021 às 00:06
Tom Daley: O campeão olímpico que faz tricô e se tornou ícone LGBT
Tom Daley: O campeão olímpico que faz tricô e se tornou ícone LGBT FOTO: Instagram
Tom Daley tem 27 anos, é campeão olímpico, e está a marcar estes Jogos Olímpicos, não só por assumir a homossexualidade num meio onde nem sempre isso acontece, mas também por ser um 'campeão' no tricô. 

Foi enquanto assistia a provas de mergulho feminino em Tóquio que o campeão de mergulho captou a atenção dos telespectadores ao tricotar sem parar. As redes sociais inundaram-se esta segunda-feira com imagens do jovem, vestido com o equipamento dos Jogos Olímpicos e máscara obrigatória, de agulhas na mão e lã roxa no Tokyo Aquatics Center.

No seu perfil de Instagram, especialmente criado para mostrar os seus trabalhos de tricô, Tom mostra a sua paixão pelo tricô sem pudores tendo feito, inclusive, uma pequena bolsa com o desenho da bandeira do Reino Unido para colocar a sua medalha de outo. 

O mergulhador britânico, que ganhou seu primeiro ouro olímpico ao lado de Matty Lee no evento de plataforma sincronizada de 10 metros na ??última segunda-feira, chamou o tricô de "arma secreta".

"A única coisa que me manteve são ao longo de todo esse processo é meu amor por tricô e crochê e todas as coisas de costura", disse aos seguidores da sua página de tricô no Instagram "Made with love by Tom Daley".

A página tem 659 mil seguidores e é uma plataforma com as muitas criações de Tom.



"Orgulhoso em dizer que sou gay e campeão olímpico"
A dupla britânica Tom Daley e Matty Lee conquistou na segunda-feira a medalha de ouro na prova de saltos para a água sincronizados masculina dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, pondo fim à hegemonia da China nesta categoria.

"Estou orgulhoso em dizer que sou gay e campeão olímpico. Quando era mais novo, achava que nunca alcançaria nada por ser quem era. Ser campeão olímpico agora só mostra que todos podemos alcançar o que quisermos", disse o campeão olímpico, de acordo com o jornal de The Guardian.

Daley, medalha de bronze em Londres 2012 e Rio 2016, e o estreante Lee surpreenderam dupla chinesa Chen Aisen e Cao Yuan, favorita a uma terceira medalha de ouro, vencendo apenas por uma margem de 1,23 pontos, na prancha a 10m.

Os britânicos somaram 471,81 pontos na final, enquanto Cao Yuan e Chen Aisen ficaram nos 470,58, tendo ambos de se contentar com a medalha de prata. O bronze foi para Alexsandr Bondar e Viktor Minibaev, do Comité Olímpico da Rússia, que alcançaram 439,92.

A China vinha de uma sequência de quatro vitórias na prova sincronizada masculina, iniciada em Atenas2004, e conquistou 37 das 48 medalhas de ouro que estiveram em disputa nos saltos para a água nos últimos sete Jogos Olímpicos

Ver comentários