Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Voleibol feminino do FC Porto suspenso após surto de Covid-19

AJM/FC Porto ocupa o terceiro lugar da fase regular do campeonato nacional.
Lusa 15 de Outubro de 2020 às 17:53
Voleibol feminino do FC Porto
Voleibol feminino do FC Porto FOTO: Nuno Fonseca / Movephoto
O FC Porto anunciou esta quinta-feira a suspensão temporária de todas as atividades da equipa de voleibol feminino, depois de ter sido detetado no plantel portista um surto do novo coronavírus, que provoca a covid-19.

"Na sequência de uma bateria de testes realizados à covid-19, foi detetado um surto do novo coronavírus na AJM/FC Porto. Desta forma, estão temporariamente interrompidas todas as atividades da equipa de voleibol feminino 'azul e branca'", informou o FC Porto, em comunicado emitido no site oficial.

Segundo os 'dragões', os treinos da equipa feminina "encontram-se suspensos" e as partidas das 'azuis e brancas' serão adiadas, sendo que a normalidade da secção será retomada "assim que o grupo de trabalho estiver totalmente recuperado".

Após quatro jornadas disputadas, a AJM/FC Porto ocupa o terceiro lugar da fase regular do campeonato nacional de voleibol feminino, com 10 pontos, menos dois do que Sporting, primeiro, e Porto Vólei, segundo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e três mil mortos e mais de 38,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.128 pessoas dos 93.294 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Porto desporto eventos desportivos campeonato nacional nível 1 futebol FC Porto pandemia coronavírus
Ver comentários