Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

"Voltaria a fazer o mesmo": Sebastian Vettel criticado por correr com camisola LGBT no GP de Fórmula 1

Tetracampeão vestia a peça de roupa durante a entoação dos hinos com a mensagem "Mesmo amor".
Correio da Manhã 1 de Agosto de 2021 às 23:16
Sebastian Vettel com camisola LGBT
Sebastian Vettel com camisola LGBT FOTO: Reuters
O piloto de Fórmula 1, Sebastian Vettel, foi criticado pelos comissários, este domingo, por não retirar a camisola com as cores LGBT antes do início da prova do GP da Hungria.

O tetracampeão da modalidade vestia a peça de roupa durante a entoação dos hinos com a mensagem "Mesmo amor". 

"Podem desclassificar-me se quiserem. Voltaria a fazer o mesmo", atirou o piloto alemão no final da prova. 

Três outros pilotos - Valtteri Bottas da Mercedes, Carlos Sainz da Ferrari e Lance Stroll, companheiro de equipa de Vettel - também foram repreendidos por não terem retirado as t-shirts relacionadas ao movimento "We Race As One" ("Corremos Como Um Só", em português).

Os pilotos justificaram que se tinham esquecido de tirar as camisolas, o que viola um dos artigos do Código Desportivo Internacional da FIA (orgão responsável pela competição).
Hungria Sebastian Vettel LGBT desporto desportos motorizados
Ver comentários