Barra Cofina

Correio da Manhã

Domingo
7

ESLOVÁQUIA

A Eslováquia, um dos mais jovens países da Europa, fez parte do Império húngaro e posteriormente da Checoslováquia.
3 de Janeiro de 2003 às 15:16
Até à década de noventa, quando Vladimir Meciar, o mais popular político eslovaco, criou um movimento pró-independência. Consequentemente, o primeiro-ministro checo, Vaclav Klaus, forçou-o a chegar a acordo sobre um calendário para a separação. A 1 de Janeiro de 1993, a Eslováquia tornava-se livre. Hoje, o desemprego e a corrupção são galopantes, apesar de alguns sinais positivos da economia. Data do referendo à UE: 16 e 17 de Maio.

Grandes mitos

- Vladimir Meciar: primeiro-ministro, desempenhou um papel importante durante a separação da Eslováquia da República Checa, em 1993.

Grandes estrelas

- Adriana Karembeau: a manequim foi uma das “wonderbra girls” (substituindo a checa Eva Herzigova) e é um dos valores seguros do sofisticado mundo da moda. É casada com o futebolista francês Christian Karembeau.

- Martina Hingis: actualmente com naturalidade suíça, é uma das tenistas mais combativas dos “courts” mundiais.

- Karol Kucera: menos mediático mas não menos “letal”, é um tenistas da primeira linha mundial.

Clubes de futebol

- Slovan Bratislava e Spartak Trnava: dois primeiros classificados da Liga.


Capital: Bratislava
Área: 49.036 km2
População: 5,4 milhões
Analfabetismo: 0% (1990)
Moeda: Coroa Eslovaca
PIB per capita: 11. 130 euros
Crescimento da economia: 3,3%
Salário médio mensal: 243 euros
Desemprego: 19,7%
Inflação: 4,2%
Ver comentários