Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Caixa Geral de Depósitos e CIP assinam acordo de 200 milhões de euros para apoios

Apoios a conceder no âmbito dos fundos europeus.
Lusa 5 de Julho de 2021 às 18:07
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos FOTO: Miguel Baltazar
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a Confederação Empresarial de Portugal (CIP) assinaram hoje um protocolo de 200 milhões de euros em apoios a associados da entidade, a conceder no âmbito dos fundos europeus, foi hoje divulgado.

"A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a Confederação Empresarial de Portugal (CIP) assinaram hoje um protocolo de colaboração que prevê a mobilização de 200 milhões de euros pela Caixa em apoios às empresas associadas da CIP", pode ler-se num comunicado enviado hoje pela CGD às redações.

O acordo foi assinado hoje durante a conferência "Os novos Programas Europeus e a Transformação da Economia Portuguesa", organizado pela CGD e CIP, em Lisboa.

O texto esclarece que os apoios serão concedidos "sob a forma de financiamento para antecipação de incentivos aprovados e de cofinanciamentos de médio-longo prazo para apoio aos investimentos não enquadráveis, em projetos no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, PT2030 e PT2020".

"Esta parceria envolve o lançamento de iniciativas conjuntas de capacitação empresarial, a divulgação de informação e de oportunidades no âmbito do PT2030 e Plano de Recuperação e Resiliência, e a promoção e colocação de linhas de financiamento da Caixa para apoio à atividade das empresas do universo associado da CIP", pode ler-se no documento.

Relativamente às formas de apoio, a Caixa Geral de Depósitos poderá apoiar sob a forma de "garantias bancárias de boa execução ou de reembolso de incentivos, de financiamento de pacotes integrados de equipamentos e serviços de transição energética e digital no âmbito de parcerias temáticas com fornecedores protocolados pela CGD, e fontes alternativas de financiamento e capitalização para PME [Pequenas e Médias Empresas] e Grandes Empresas com base na oferta e em novas soluções do Caixa-Banco de Investimento [CaixaBI]".

As formas de apoio do Caixa BI compreendem a "estruturação, montagem e colocação de obrigações grupadas", a "estruturação, montagem e colocação de dívida subordinada", o "apoio a clientes interessados em projetos de elevada dimensão, como sejam descarbonização, hidrogénio e energias renováveis", e ainda a "prestação de serviços de assessoria em fusões e aquisições".

"Os apoios a mobilizar enquadram-se na oferta Caixa PRR/PT2030 e nas várias linhas de crédito já protocoladas ou a disponibilizar, pela CGD com garantia do Fundo Europeu de Investimento (FEI), Banco Europeu de Investimento (BEI) e Banco Português de Fomento (BPF)/Garantia mútua", refere a CGD.

Ver comentários