Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Famílias portuguesas são das mais endividadas no crédito à habitação

Precisam de 11,4 anos de rendimentos para pagar a casa. OCDE pede aposta na habitação social.
Margarida S. Martins e João Maltez 16 de Junho de 2021 às 08:38
Desde o início da década, o número de anos para conseguir comprar casa subiu 1,9 anos.
Desde o início da década, o número de anos para conseguir comprar casa subiu 1,9 anos. FOTO: Egidio Santos
As famílias portuguesas são das mais endividadas no crédito à habitação, segundo um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). O rácio dívida/rendimento está “bem acima de 100% na maioria dos países da OCDE e ultrapassa os 200% em alguns deles, como Portugal, Espanha e Holanda”, refere o documento.

Segundo as contas da OCDE, são precisos 11,4 anos de rendimento para uma família portuguesa conseguir comprar uma casa de 100 metros quadrados, sem recorrer a empréstimos. Este período temporal é referente ao rendimento obtido pelas famílas depois de impostos e descontos à Segurança Social e sem poder gastar dinheiro. Em 2010 seriam necessários 9,5 anos para obter o montante suficiente para comprar o mesmo imóvel. Ou seja, registou-se um aumento de 1,9 anos desde o início da década.

Portugal surge no grupo de países onde o rácio preço/rendimento aumentou durante 2020, estando ao lado de países como Áustria, Alemanha ou Suíça. Contudo, a OCDE prevê um alívio futuro nos preços dos imóveis em vários países, incluindo Portugal. A organização aponta ainda para o reforço da habitação social, como uma solução.

Ver comentários