Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Governo gasta 2,7 milhões para pagar pensões

Dinheiro vai para manutenção e renovação do sistema informático.
José Rodrigues 29 de Outubro de 2014 às 18:48
O Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, com a Ministra das Finanças
O Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, com a Ministra das Finanças FOTO: Mariline Alves

O Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, tutelado por Pedro Mota Soares, vai gastar 2,7 milhões de euros para renovar o Sistema de Informação de Pensões (SIP), que assegura a atribuição, gestão e pagamento de todas as pensões dos regime contributivo e não contributivo da Segurança Social.


O objetivo é que a plataforma informática que suporta o SIP esteja devidamente atualizada e com novas funcionalidades, de modo a que não aconteça o mesmo do que no Citius, que levou o caos à Justiça. Note-se que o SIP processa mensalmente o pagamento de cerca de 3 milhões de pensões e um valor total de mil milhões de euros.

Atrasos pontuais

Nos últimos tempos têm-se verificado alguns atrasos pontuais no pagamento de pensões e prestações sociais, alguns devido ao sistema informático e outros aos próprios bancos onde são depositados os valores das pensões.

A autorização do contrato de manutenção e melhoramento do SIP, que será firmado entre o Instituto de Informática e a UNISYS, foi publicado esta quarta-feira em Diário da República e prevê o montante global de 2.742.000 euros, para os anos 2015 a 2017.

governo pensões sistema informático
Ver comentários