Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Há falta de balcões e caixas automáticas em 24 freguesias

98% dispunha em 2020 de um balcão ou de um multibanco a menos de cinco quilómetros.
Inês Ferrão e João Maltez 13 de Novembro de 2021 às 09:39
O parque de caixas automáticas em todos os países da Zona Euro ascende a cerca de 305 mil.
O parque de caixas automáticas em todos os países da Zona Euro ascende a cerca de 305 mil. FOTO: ORESTIS PANAGIOTOU/EPA
O Banco de Portugal (BdP) identificou esta sexta-feira 24 freguesias “particularmente vulneráveis” a uma redução adicional da rede de caixas automáticos e balcões de instituições de crédito, sendo a maioria delas em Bragança, segundo um comunicado divulgado esta sexta-feira

O banco central refere que, “apesar de não existirem extensas áreas com acesso limitado a caixas automáticos e balcões de instituições de crédito, uma contração adicional da rede poderá revelar-se especialmente crítica para os residentes em 24 freguesias de cinco distritos de Portugal continental”. Trata-se de freguesias dos distritos de Beja (cinco), Bragança (16), Castelo Branco (uma), Faro (uma) e Vila Real (uma).

De acordo com a informação divulgada, a instituição levou a cabo um estudo que identifica igualmente um conjunto de “sete municípios onde cada caixa automático servia, em média, populações distribuídas por mais de 100 quilómetros quadrados de território”.

Os municípios na situação referida são Mogadouro e Vinhais, no distrito de Bragança; Idanha-a-Nova, Castelo Branco; Mértola e Ourique, Beja; Alandroal, Évora; e Alcoutim, Faro.
Ver comentários