Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Lamas da ETAR de Frielas vão ser usadas para produzir hidrogénio e biogás

Projeto, fruto de uma parceria, "irá permitir a produção de biometano, hidrogénio verde e e-metano, gases 100% renováveis".
Lusa 12 de Dezembro de 2021 às 18:22
ETAR de Frielas
ETAR de Frielas FOTO: Pedro Catarino/
A Dourogás Renovável e a Águas do Tejo Atlântico apresentam na quarta-feira um projeto de produção de hidrogénio a partir do biogás produzido pelas lamas resultantes do tratamento das águas na ETAR de Frielas, Loures, foi este domingo anunciado.

O projeto, fruto de uma parceria entre a Dourogás Renovável, empresa do Grupo Dourogás, e a Águas do Tejo Atlântico, do Grupo Águas de Portugal e responsável pela gestão e exploração do sistema multimunicipal de saneamento de águas residuais da grande Lisboa e zona Oeste, "irá permitir a produção de biometano, hidrogénio verde e e-metano -- gases 100% renováveis -- que serão, posteriormente, injetados na rede de gás natural", explicaram as empresas, em comunicado enviado às redações.

Na cerimónia de quarta-feira, que contará com a presença do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, serão apresentados dois projetos de demonstração tecnológica de conceito -- o Hidrogasmove e o Solargasmove -- que, referem as promotoras, estão "completamente alinhados com o conceito de economia circular, ao transformarem resíduos em recursos energéticos e, desta forma, produzindo uma energia limpa".

O Hidrogasmove, esclareceram, prevê a purificação do biogás das lamas de ETAR, enquanto o Solargasmove aposta no processo de metanação para produzir metano sintético, combinando-o com hidrogénio verde (produzido por eletrólise, a partir de fonte solar e de águas residuais), produzindo, assim, substitutos diretos e limpos do gás natural.

"Com benefícios económicos e ambientais evidentes, estes projetos permitem, assim, demonstrar a viabilidade de produção destes gases naturais e, desta forma, contribuem, com efeitos imediatos, para a descarbonização da rede de gás natural e do setor dos transportes, atualmente assentes em combustíveis fósseis", apontaram as empresas.

A cerimónia de apresentação do projeto, na Fábrica de Água de Frielas, contará ainda com a presença do secretário de Estado adjunto e da Energia, João Galamba, a secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, e o presidente da Câmara de Loures, Ricardo Leão, segundo o comunicado.

Ver comentários