Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Um em cada cinco cidadãos da União Europeia está em risco de pobreza

Bruxelas revela que em 2020 cerca de 20% dos portugueses arriscavam cair na pobreza ou exclusão social.
João Maltez 16 de Outubro de 2021 às 09:51
Bruxelas revela que em 2020 cerca de 20% dos portugueses arriscavam cair na pobreza ou exclusão social
Bruxelas revela que em 2020 cerca de 20% dos portugueses arriscavam cair na pobreza ou exclusão social FOTO: Sérgio Lemos
Um em cada cinco cidadãos da União Europeia (UE) está em risco de pobreza ou de exclusão social. Portugal não é exceção, com um universo superior a dois milhões de pessoas a figurar nesse grupo, de acordo com informação relativa a 2020 e avançada na quinta-feira pelo Eurostat.

O relatório em causa revela que existiam no ano passado 96,5 milhões de pessoas na UE em risco de pobreza ou exclusão social, o correspondente a 21,9% da população, uma subida de oito décimas em comparação com os 21,1% de 2019 . “Gravemente privados em termos materiais e sociais” encontravam-se, no ano passado, 27,6 milhões de cidadãos, ainda de acordo com a entidade responsável pelas estatísticas europeias.

O nosso país surge a meio da tabela, ligeiramente abaixo da média comunitária, com 20% dos 10,3 milhões de portugueses em risco de pobreza ou de exclusão social, o que representa, ainda assim, um recuo face aos 21,1% de 2019. A esta ligeira melhoria não serão alheias as medidas de apoio à família no âmbito da crise causada pela pandemia.

A Roménia era o país da UE em pior situação, já que 35,8% da população romena estava em situação de risco, o mesmo sucedendo com 33,6% dos búlgaros, 27,5% dos gregos e 24,5% dos cidadãos espanhóis.

Os Estados-membros com menor proporção da população em risco de pobreza ou de exclusão sociais no período em apreço eram a República Checa (11,5%), a Eslováquia (13,8%) e a Eslovénia (14,3%).
Ver comentários