Barra Cofina

Correio da Manhã

Famosos
8

Tony Carreira sobre morte de Sara: “Foi de uma violência extrema. Morri por dentro"

Cantor lamenta falta de respostas do Ministério Público sobre o acidente que vitimou a filha e garante que não culpa Ivo Lucas.
André Filipe Oliveira 18 de Maio de 2021 às 10:28
A carregar o vídeo ...
Tony Carreira sobre morte de Sara: “Foi de uma violência extrema. Morri por dentro"
Cinco meses após a morte repentina da filha Sara, Tony Carreira, quebra o silêncio sobre o sofrimento que se abateu sobre a família nos últimos tempos numa conversa intimista com Manuel Luís Goucha. O artista assume-se como um "outro homem" desde que perdeu a sua "princesa" no dia 5 de dezembro, na sequência de um acidente de viação na A1.

"A vida não tem sentido depois da perda de uma filha e eu estou a tentar encontrar um sentido. É muito complicado responder a essa pergunta [como é que se supera a morte de uma filha] porque tenho mais dois filhos e a vida tem de continuar. Eles percebem porque sabem que é a dor que está a falar. Mas tenho mais dois rapazes e tenho de me agarrar a eles", começa por contar Tony, acrescentando que, ao longo dos últimos cinco meses, não houve um dia em que não tenha ido ao cemitério, e que tem passado por vários processos de luto.
"Quando a minha filha partiu foi de uma violência extrema. Morri por dentro, ainda estou a tentar encontrar alguma vida cá dentro. Bebi mais do que devia, não tenho problemas em dizer, parecia um zombie. Depois, veio alguma violência, fui injusto com pessoas que amo muito, revoltei-me".

Emocionado, o cantor de sonhos deixou o apresentador por várias vezes em lágrimas ao relatar a sua angústia, mas também ao falar daquilo que pretende fazer no futuro: ajudar crianças e jovens a percorrer os seus sonhos, através da Associação Sara Carreira, um projeto idealizado pelo clã.


Leia a notícia completa no Vidas
Sara Tony Carreira Manuel Luís Goucha A1 Ivo Lucas Fernanda Antunes questões sociais morte política
Ver comentários