Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
9

Aluna de 11 anos gozada pelos pais dos colegas por usar fato em festa da escola

Menina fugiu da celebração a chorar, após adultos se terem rido e começado a chamar-lhe "aquela do fraque".
Correio da Manhã 8 de Agosto de 2021 às 19:37
Mischa escolheu um fato cheio de estilo para ir à festa
Mischa escolheu um fato cheio de estilo para ir à festa FOTO: Direitos Reservados

Uma menina de 11 anos foi vítima de bullying e alvo de piadas por parte dos pais dos colegas numa festa da Escola Primária Fountain, em Leeds, no Reino Unido. Em causa estava a roupa escolhida pela pequena Mischa Parker para celebrar a conclusão do 1.º ano de escolaridade: camisa branca com um fato e um laço ao pescoço.

O caso é denunciado pela mãe da criança, Tamara Mouty, ao Mirror, que revela que teve que ir buscar a filha à festa após esta ter fugido das celebrações em lágrimas.

Segundo relata a progenitora da menor, os pais que estavam no evento riram-se de Micha e começaram a chamar-lhe "aquela do fraque".

"Foi simplesmente cruel. Um ataque à individualidade dela. Eu trabalho no setor da saúde mental e acho que o que fizeram á minha filha foi nojento. Ela foi às compras comigo e escolheu a roupa que queria levar. Foi buscar o laço e tudo, porque achou que ficava bem. Estava fantástica e com muito estilo. Mas disse-me que estava nervosa e que esperava que ninguém se risse dela", conta Tamara.

A mãe arranjou-lhe o cabelo e pintou-lhe as unhas, algo que Mischa gosta, ao contrário de usar vestidos. "Ela nunca gostou. Eu com a idade dela não sabia o que gostava ou não gostava. Ela sabe quem é e o que lhe agrada", recorda.

A mãe da menina conta que os colegas teceram rasgados elogios à escolha de Mischa. "Quando ela chegou todos os amigos disseram que ela estava linda e muito bem vestida", diz Tamara, que não esperava que fossem os adultos a fazer bullying com a filha.

A menina só revelou o que se tinha passado após chorar durante todo o caminho até casa. Agora, a mãe revela o caso para "envergonhar" os adultos que gozaram com a filha e chamar a atenção para os efeitos do bullying. "Ela perguntou-me se devia de deitar as roupas fora e começar a vestir outras coisas. Disse-lhe obviamente que não! Os adultos deviam ser crescidinhos. Porque é que não deixam as crianças serem felizes como quiserem? Eu acho que a minha filhe é corajosa por se vestir como quer", termina a inglesa.

Ver comentários