Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
3

Desconhecidos casam através do Zoom e pedem o divórcio três meses depois

Mulher do Reino Unido e homem norte-americano nunca estiveram juntos.
Correio da Manhã 18 de Maio de 2022 às 15:35
Casamento via Zoom
Casamento via Zoom FOTO: Getty Images
Ayse Reeves, uma britânica de 26 anos, casou com Darrin Martin, norte-americano de 24 anos, através de uma videochamada Zoom durante o confinamento em julho de 2020. Os dois conheceram-se num grupo de Facebook, mas nunca estiveram juntos pessoalmente.

Depois de Ayse aceitar o pedido de casamento - feito igualmente através de videochamada - em maio de 2021, o casal oficializou o casamento em agosto do mesmo ano. No entanto, apenas três meses depois, o casal decidiu divorciar-se.

Segundo o Daily Mail, a britânica afirmava que não conseguia confiar no marido. Darren reatou, entretanto, o namoro com uma ex-companheira.

Ayse e Darrin tornaram-se próximos muito rapidamente quando a pandemia começou e até costumavam adormecer juntos em videochamada. A mulher chegou mesmo a fazer um boneco de peluche à semelhança do namorado para que estivessem 'juntos' e até tatuou a sua poesia no braço.

Apesar das restrições que os impediam de se encontrarem pessoalmente, Darrin organizou um encontro especial, em maio do ano passado, para pedir a mão de Ayse em casamento.

O casal inicialmente planeou dar o nó quando tivessem a oportunidade de se encontrar pela primeira vez pessoalmente, mas depois de saberem que as cerimónias de casamento virtuais internacionais tinham sido aprovadas no estado de Utah, EUA, decidiram avançar.

Embora não fosse um casamento convencional, Ayse vestiu-se de branco e estava acompanhada pelos pais. Já Darrin estava com a mãe.

Mas, depois de casar, Ayse começou a suspeitar que algo estava errado: "Senti que algo estava errado, e sempre que lhe perguntava, ele negava que algo estivesse a acontecer". 

A britânica acabou por pedir o divórcio, mas a burocracia dos dois países tem atrasado o processo.
Darrin Martin Zoom Ayse Reeves Facebook questões sociais família interesse humano
Ver comentários
}