Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos

Esfaqueia cirurgião que lhe fez operação falhada ao pénis

Médico tinha feito uma série de injeções que criaram um inchaço nos genitais do paciente.
Correio da Manhã 24 de Junho de 2020 às 19:00
Polícia deteve o suspeito após este ter sido imobilizado no hospital
Polícia deteve o suspeito após este ter sido imobilizado no hospital FOTO: DR

O Professor Meng Qingjun, urologista e chefe do departamento de Urologia do First Affiliated Hospital, na Universidade de Ahengzhou, China, foi brutalmente esfaqueado por um paciente. Segundo os meios de comunicação locais, o ataque foi motivado por uma cirurgia que o médico tinha feito a um homem, e com a qual este não ficou satisfeito.

Segundo as autoridades, citadas pelo The Sun, o paciente era acompanhado pelo urologista por disfunção erétil e ejaculação precoce. O médico terá receitado uma série de injeções e tratamentos que terão deixado o homem com um inchaço na zona genital e um desconforto.

Culpando o médico pelos problemas, o suspeito, cuja idade não foi revelada, decidiu atacar o médico no hospital. O Dr. Meng Qingjun foi esfaqueado na zona do pescoço e nas mãos, quando se tentava defender. Um outro médico, que tentou defender o colega, sofreu ferimentos numa mão.

O suspeito acabou por ser imobilizado pela equipa de segurança do hospital, até que a polícia chegou e deteve o responsável pelo ataque. "Foi uma questão de vingança mesmo", conta uma médica assistente. "Pelo que sei este paciente era acompanhado pelo Dr. Meng desde 2019 por problemas no aparelho reprodutor. Recebeu tratamento mas fez uma reação que causou inchaço e alguns problemas, o que terá motivado esta retaliação", explicou.

Entretanto já foi reforçada a segurança naquele hospital. O suspeito encontra-se em prisão preventiva a aguardar julgamento.