Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
1

Euromilionária "viciada" em ajudar doa mais de metade do prémio de 140 milhões de euros

Mulher tinha uma lista com as pessoas a quem queria doar o dinheiro.
Correio da Manhã 28 de Abril de 2022 às 09:11
Frances Connoly
Frances Connoly FOTO: Direitos Reservados/ Facebook

Em 2019, Frances Connoly, de 55 anos, ganhou o Euromilhões e ficou milionária de um dia para o outro.  Agora, a mulher inglesa, de Hartlepool, diz que está "viciada" em ajudar os outros e já doou metade do prémio de 140 milhões de euros que arrecadou.

Quando ganhou o prémio, Frances diz que já sabia que queria dividi-lo e ajudar crianças, jovens e idosos. O casal doou logo parte do dinheiro a amigos e família. A inglesa vai mais longe e afirma que já tinha uma lista de pessoas e associações a ajudar, se eventualmente tivesse algum dinheiro 'extra'.

Assim que começou a entregar dinheiro, nasceu o que chama de "vício". "Dá-me um grande prazer e é mesmo viciante. Agora estou mesmo viciada [em ajudar pessoas]", diz Frances Connoly à BBC.

Frances sabe que não consegue erradicar a pobreza sozinha e, por isso, criou recolhas de fundos e até duas instituições para que mais pessoas possam colaborar. Admite não ter tido tempo de se habituar àquela quantia de dinheiro, pois rapidamente o distribuiu.

Frances e o marido estabeleceram limites máximos de doações, mas, neste momento, a ex-assistente social já esgotou o 'plafond' de doações até 2032, segundo relata.

Para eventuais futuros euromilionários, a inglesa tem um conselho: "Se fores estúpido quando ganhares, continuarás a ser depois. O dinheiro não muda a personalidade. Mas pode dar-te a liberdade de quereres ser quem és". Ou, no caso de Frances, a liberdade de ajudar quem quiser.

Frances Connoly Euromilhões questões sociais doações caridade
Ver comentários
}