Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos

Filha engana pai e diz que namorado é amigo gay para levá-lo para o quarto

Homem ficou em choque quando apanhou os dois em flagrante.
Correio da Manhã 3 de Julho de 2021 às 17:57
Namorados
Namorados FOTO: Getty Images

Um pai confessou que a filha, de 17 anos, o enganou durante dois anos, dizendo que o amigo era gay para poder levá-lo a eventos familiares e para o quarto. 

A publicação foi feita numa coluna sentimental da rede social Reddit e citada pelo The Mirror. O pai afirma que descobriu que ele não era gay quando os apanhou em flagrante em cenas íntimas numas férias que passavam em família. 

O pedido para o jovem os acompanhar não foi recusado porque o pai acreditava que ele era homossexual. "Fizemos uma pequena viagem na floresta e geralmente quando o fazemos a minha filha leva um dos bons amigos com ela. Desta vez ela queria que seu amigo fosse connosco", escreve o pai. 

"No albergue, eu e a minha mulher dormíamos num quarto e a minha filha e o amigo dormiam em quartos diferentes. Eu estava a ir para cama quando a minha filha perguntou se tinha permissão para sair com o amigo apenas para passear pela área. Já era tarde, mas eu disse que sim. Na verdade, eu queria ficar acordado e esperar que eles voltassem, mas, infelizmente, adormeci. Acordei à 1h00 e queria verificar se eles tinham voltado em segurança. Então, bati à porta do quarto da minha filha, sem resposta", afirma. 

 "Abri a porta, ela não estava no quarto e comecei a entrar em pânico. Fui imediatamente ao quarto do amigo dela, bati e também não houve resposta por isso entrei", confessa o pai. 

"O quarto é meio separado, então quando entramos não se vê a cama de imediato, é como um pequeno corredor. Então, neste ponto, eu já podia ouvir ruídos. Não sei porquê, mas não conseguia processar isso e fui mais além", continua. 

Quando viu finalmente o casal, a filha gritou e disse para ele sair, ao que o pai respondeu antes de se ir embora: "achei que ele era gay". Na manhã seguinte, a filha e o namorado já tinham ido embora.

"Acho que isso significava mais tempo de qualidade com a minha esposa", revela.
 

Quando ligou para a filha para saber como estava, a jovem disse que já mantinha o relacionamento com o namorado há cerca de dois anos, e que mentiu porque não sabia se ia durar. 

Apesar de ter mentido, o pai não ficou chateado com a filha. "Não estou chateado com ela, todos nós já fomos adolescentes e fizemos pelo menos algum tipo de asneira". 

O homem acrescenta que quando era mais jovem fez o mesmo: 
"Eu conheci a minha esposa quando tinha 15 anos, e ela mentia aos pais dizendo que ia a uma festa de pijama com as amigas, mas vinha sempre dormir em minha casa. Então, sim, esta é nossa filha, ela ficou com os nossos genes", conclui o pai. 

questões sociais pai filha parentalidade