Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
7

McDonald’s fecha após ‘invasão’ de casais de festival religioso a fazer sexo nas casas de banho

Cerca de 1500 membros da Igreja Pentecostal da Luz e Vida participam nas cerimónias. Muitos terão acorrido ao restaurante e deixaram o espaço "num caos".
Correio da Manhã 23 de Junho de 2021 às 15:53
Sexo
Sexo FOTO: Getty Images

A localidade de Oakham, em Leicestershire, está a ser palco de um festival religiosa da Ingreja Pentecostal da Luz e Vida, evento que conta com mais de 1500 pessoas e que tem dado que falar, após vários locais se queixarem do "caos" deixado pelos participantes nas cerimónias.

Segundo o Daily Star, um restaurante da cadeia McDonald’s, próximo do local do festival, viu-se obrigado a fechar portas, após ter sido invadido por casais religiosos que acorreram ao local para poder fazer sexo nas casas de banho. Os relatos apontam para vários distúrbios, com queixas feitas na polícia, de que os participantes, quando confrontados com o que fazem no restaurante, o deixam destruído e "num caos".

As autoridades confirmam que foram feitos reforços no dispositivo de segurança na localidade, e adiantam que já foram efetuadas duas detenções pelos distúrbios causados. "A nossa presença continua em Oakham, assim como no evento da Luz e Vida, no Rutland Show Ground", afirma o superintendente da polícia de Leicestershire, Jonny Starbuck.

Testemunhas relatam ao The Sun, que, após os participantes no festival religioso iram ao restaurante e fazerem sexo nas casas de banho, "fica tudo uma confusão". "Foi-lhes pedido para saírem e lançaram o caos. Atiraram comida, partiram coisas. Ficou tudo destruído. As sanitas estavam entupidas, tudo sujo, e mesmo assim eles iam para lá ter relações sexuais", afirma a testemunha.

Na porta do restaurante, agora fechado, lê-se um aviso: "Infelizmente tivemos que fechar a nossa zona de refeições e as casas de banho. No entanto, estamos abertos para drive thru, como habitual, desde que nos visite dentro de um veículo. Obrigado".

Ao Daily Star, um porta-voz argumenta que a decisão foi tomada "tendo em conta a saúde e segurança dos clientes": "Devido a um aumento súbito de clientes a partir desta segunda-feira, fomos forçados a encerrar o restaurante temporariamente, para se poder garantir o distanciamento físico", afirmou fonte oficial, sem adiantar data para a reabertura.