Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
2

Mulher vai levantar 20 euros e descobre mais de 940 milhões de euros na conta

Julia ficou "horrorizada" com erro bancário e quer agora devolver o dinheiro que a tornou numa das mulheres mais ricas do mundo.
Correio da Manhã 22 de Junho de 2021 às 11:42
Julia ficou em choque ao descobrir conta milionária
Julia ficou em choque ao descobrir conta milionária FOTO: Direitos Reservados

Julia Yonkowski, natural de Tampa, na Florida, EUA, teve uma visita a uma caixa automática de pagamento, no mínimo, insólita: ao consultar o seu extracto bancário, descobriu que, sem explicação, se tinha tornado milionária e tinha na sua conta mais de 940 milhões de euros que não lhe pertenciam.

A mulher, que conta que ficou "horrorizada", quer agora devolver o dinheiro e ver explicado o erro bancário de que foi alvo, e que a tornou na 615.ª mulher mias rica dos EUA e uma das mais ricas do mundo.

Julia contou ao canal WFLA que tudo começou com 20 euros, uma vez que a norte-americana admite que não verifica muitas vezes o extracto bancário. "Foi horrível, fiquei horrorizada. Sei que a maioria das pessoas acharia que tinha ganho a lotaria, mas para mim foi um pesadelo. Quando pus o cartão para levantar 20 euros a máquina deu um erro e disse que me ia cobrar taxas porque ia levantar um valor a descoberto. Cancelei e pesei que era melhor esquecer. Depois fui ver o extracto bancário, e foi aí que percebi que algo não estava correto", conta a mulher.

A norte-americana diz que não qui aproveitar nem um cêntimo da riqueza que tem na sua conta, no Chase Bank que, até ao momento, não conseguiu explicar à cliente o que aconteceu. "Já li histórias de pessoas que usaram dinheiro em casos assim e depois tiveram que pagar tudo de volta… Não quero nada disso, o dinheiro não é meu. Até tenho medo, com isto tudo dos crimes na Internet e ameaças cibernéticas. Nem sei o que pensar", garante.

Julia queixa-se também do atendimento do banco e acompanhamento desta ‘crise’. "Nunca consigo falar com ninguém, vai sempre para o atendimento automático e não consigo falar com ninguém que me resolva o problema", assegura a mulher. A instituição bancária recusa comentar o caso.

Ver comentários