Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos

"Não quero estragar o meu corpo": Modelo usa barriga de aluguer para ter filho e procura dador de esperma no Instagram

Jovem de 26 anos, que também grava vídeos pornográficos, quer ser mãe e manter as curvas que lhe dão trabalho.
Correio da Manhã 9 de Julho de 2021 às 18:37
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier
Anastasiya Berthier

A influenciadora, modelo e criadora de conteúdos eróticos e pornográficos Anastasiya Berthier está desesperada para ser mãe. No entanto a jovem russa, de 26 anos, teme que a gravidez modifique o seu corpo e as curvas que lhe garantem trabalho. Por isso, anunciou nas redes sociais, vai recorrer a uma barriga de aluguer. "Vou usar uma barriga de aluguer para ter um bebé porque não quero estragar o meu corpo", afirmou Anastasiya, numa declaração que está a gerar polémica. Sem namorado, a mulher adianta que está à procura de um dador de esperma entre os largos milhares de fãs que tem nas redes sociais.

Ao Mirror, a russa conta que treina intensamente todos os dias para manter o físico invejável e os seios tamanho 34K, que lhe garantem um salário mensal que pode chegar aos 100 mil euros. Anastasiya já se inscreveu numa agência no Cazaquistão e espera agora que lhe seja atribuída uma barriga de aluguer.

"Trabalho muito para manter o meu corpo em forma e se ficar grávida vai ser impossível voltar a ter as minhas curvas. Vejo exemplos de várias modelos que nunca voltaram a poder trabalhar depois de terem bebés e eu não quero isso.

Está também a gerar polémica o facto de a jovem querer recorrer a um fã para a "oportunidade única" de ser o seu dador de espera. A mulher adianta que tem tido vários candidatos, entre os mais de 1,1 milhões de fãs e seguidores que tem no Instagram e na plataforma de conteúdos pornográficos OnlyFans.

"Eu conheço grande parte destes homens bem. Falo com eles todos os dias. Porque não? Se for inteligente, bem-parecido e gentil, então poderá contribuir para ser parte da minha família", defende-se, garantindo que não vai pedir ajuda financeira ao eventual pai do filho. "Qualquer homem seria um sortudo em ser pai do meu filho", assegura Anastasiya.

"Não preciso de um homem para nada, e não estou desesperada por um homem. Só quero ser mãe. Não é barato recorrer a uma barriga de aluguer aqui, mas ao menos é mais em conta do que nos EUA ou na Europa", adianta a mulher.

A família de Anastasiya apoia a decisão da russa: "Falei com a minha mãe e amigos. Primeiro ficaram chocados, mas depois de explicar as minhas razões perceberam e agora apoiam-me", termina.

Instagram Anastasiya Berthier questões sociais política barriga de aluguer