Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Os factos e as figuras para 2021, o ano da esperança

O início da vacinação permite começar a pensar no fim da pandemia. É um sinal de esperança global. Em Portugal, o ano vai ser marcado por duas eleições, as presidenciais e as autárquicas, os 60 anos da Guerra Colonial e os 100 anos do PCP .
Marta Martins Silva, Fernanda Cachão e Manuela Guerreiro 3 de Janeiro de 2021 às 01:30
Exclusivos
Os factos e as figuras para 2021, o ano da esperança
Os factos e as figuras para 2021, o ano da esperança FOTO: Direitos Reservados
O ano 2020 passou, finalmente, mas deixou uma marca que dificilmente iremos esquecer: quase dois milhões de mortos em todo o Mundo, mais de 80 milhões de infetados com o vírus da Covid-19. A esperança está na vacinação, que Portugal iniciou a 27 de dezembro. O passo seguinte é retomar a vida como ela era antes da pandemia: "Tudo depende de nós e da nossa capacidade de adesão à vacina." A opinião é de Filipe Froes, pneumologista e coordenador do gabinete de crise Covid-19 da Ordem dos Médicos (OM), que prevê o resgate do nosso estilo de vida a partir da segunda metade do ano: "É um cenário possível e previsível para o segundo semestre de 2021. Nessa altura devemos ter entre 60 a 70 por cento da população imunizada." Mas isto só será possível se a população aderir à campanha de vacinação, refere o médico, apelando à participação das pessoas. "Se não fizermos nada, nunca atingiremos os resultados pretendidos."
Até lá, deverão manter-se todos os cuidados de prevenção, desde o distanciamento social à máscara e à lavagem e desinfeção das mãos. Nessa altura, e de acordo com a avaliação epidemiológica, "todas as medidas serão avaliadas", frisa Filipe Froes.

Portugal adquiriu cerca de 22 milhões de doses, no âmbito dos acordos entre seis empresas farmacêuticas e a União Europeia: AstraZeneca, BioNTech/Pfizer, Moderna, Curevac, Janssen e Sanofi/GSK. São suficientes para vacinar todos os residentes. Porém, as vacinas não chegam todas ao mesmo tempo, o que implicou a definição de grupos prioritários. Até final do primeiro trimestre, Portugal espera receber 1,2 milhões de vacinas.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

O CM+ oferece máscaras aos seus assinantes.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Crepes de chocolate. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Bolo de claras e tangerina. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

As principais manchetes da história do Correio da Manhã. Portes incluídos.

Ver Mais

Sessão de Hipnose Clínica Especializada em Terapia Regressiva no Instituto Português de Hipnoacupuntura Clínica em Lisboa por 25€.

Ver Mais