Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
3
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Os herdeiros de Zeca Afonso: A música que continua a pôr o dedo na ferida

‘Cantigas do Maio’, de Zeca Afonso, faz 50 anos, mas a herança que o cantor e compositor deixou continua a fazer-se ouvir. A canção de intervenção voltou em força depois da crise.
Marta Martins Silva 13 de Junho de 2021 às 01:30
Exclusivos
Zeca Afonso
Zeca Afonso FOTO: Lusa
A canção ainda não tinha terminado quando o microfone de Estraca, nome artístico de Carlos Guedes, foi subitamente desligado. "Foi em 2018, eu andava a fazer as campanhas das associações de estudantes nas escolas secundárias e numa delas desligaram o microfone quando eu estava a cantar. De repente, eu tinha a polícia à beira do palco a dizer-me que eu não podia estar a cantar aquelas coisas, a mandarem-me sair daquela escola. É uma consequência: quando uma pessoa tenta falar a verdade ou quer falar demais; eu tenho noção dessas consequências e sei que podem afetar o meu trabalho, mas ao mesmo tempo é mais prazeroso, porque sinto que posso fazer a diferença", conta aquele que é considerado um dos mais promissores ‘rappers’ nacionais, que naquele dia cantava: "Empresas dominando/ Limpeza nos capitais/ Desde a Sonae, EDP/ Até os bancos nacionais/ (...) Morrer calado não posso/ Deixo o recado/ Acabar com assassinos/ Como o Ricardo Salgado’. Quando Estraca nasceu, em 1997, José (Zeca) Afonso tinha morrido há precisamente 10 anos. Há cinco décadas editou ‘Cantigas do Maio’, o álbum-marco do cantor e compositor em que foi gravada a canção ‘Grândola, Vila Morena’, escolhida pelo Movimento das Forças Armadas como segunda senha para pôr os militares em marcha, iniciando a Revolução dos cravos a 25 de Abril de 1974.

Estraca cresceu e vive no Bairro da Cruz Vermelha, na zona do Lumiar, em Lisboa, construído no fim da década de 90 para acolher os moradores da antiga Musgueira e lembra-se de ouvir o avô contar histórias de um tempo que ele não viveu. "Zeca Afonso fazia música de intervenção de uma forma mais discreta, hoje temos a possibilidade de o fazer de forma aberta. Digamos que a censura ainda existe de uma forma mais camuflada, as pessoas falam em liberdade, temos uma abertura muito maior para falar de certas coisas do que antigamente, mas cada vez mais estamos a voltar para trás e há certas coisas, liberdades, que nos estão a ser retiradas", diz Estraca, que se iniciou nas lides com ‘rappers’ do mesmo bairro que se tornaram célebres no panorama musical, como Sam the Kid e Valete. Este último cantou: "Eu cresci trancado num quarto com livros de Marx e Pepetela/ Alimentado com parágrafos de Nelson Mandela/ Foi esta a fonte do ódio que agora já não escondo/ Este é o som que eu inalei na voz de Zeca Afonso."

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

O CM+ oferece máscaras aos seus assinantes.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Mousse de chocolate e morango. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Crumble de frutos silvestres. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

A tecnologia passou a controlar as nossas vidas? Conseguirão os nossos jovens desligar? Este livro responde a todas as questões! Portes incluídos.

Ver Mais

Casa do Fundo – Sustainable & Ecotourism: 1 ou 2 Noites com Pequeno-Almoço numa pequena aldeia no sopé do Parque Natural da Serra da Estrela desde 30.50€.

Ver Mais