Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

PROÍBIDO VER NO AR

Já imaginou o que seria assistir ao O Assalto ao Aeroporto num avião? Um pesadelo. Para evitar esse risco, conheça alguns filmes que nunca serão exibidos a bordo.
6 de Setembro de 2002 às 12:00
Ao longo da história da sétima arte, é possível que já tenha escapado à fúria dos terramotos, à lava incandescente dos vulcões, ao rasto de destruição do tornados e até aos estragos provocados pela queda de um meteorito.

O mais curioso, é que bastou ficar sentado na cadeira do cinema para viver, intensamente, estas catástrofes. O Terramoto (1974), Armageddon (1998), O Tornado, O Vulcão ou Águas Mortíferas, são alguns dos filmes compõem a infindável lista de destroy movies (filmes que "vivem" das cenas de destruição massiva) e que há pouco tempo, invadiram as salas de cinema.

Já os filmes dedicados aos acidentes de aviação só deverão regressar ao grande ecrã daqui a alguns anos, já que o público (em especial o americano) ainda não se sente preparado para assistir à projecção de uma tragédia da aviação aérea, ou até à recriação dos atentados do dia 11 de Setembro.

Mas até lá, recorde algumas das mais famosas cenas a bordo de um avião, e que por motivos de segurança, nunca serão exibidas a bordo de um avião.

O Náufrago (2000)

Realizado por Robert Zemeckis, o filme conta a história de Chuck Noland (Tom Hanks), um funcionário da FedEx, que sobrevive à queda de um avião e vai dar à costa de uma ilha desabitada.

A sequência do acidente, uma das mais bem conseguidas da história do cinema, é capaz de arrepiar até os mais corajosos. A constante alusão à FedEx é que chega a ser cansativa. Até o presidente da multinacional, Fred Smith, tem direito a um discurso.

Tudo Sob Controlo (1999)

Apesar de contar com o talento dos actores John Cusack e Billy Bob Thornton, o filme não despertou a atenção do público. Mas foi durante a rodagem que o enigmático Bob Thornton, e a actriz Angelina Jolie, se apaixonaram.

Actualmente, já estão a concluir o processo de divórcio. Se está interessado em conhecer o dia-a-dia dos controladores aéreos, responsáveis por milhares de vidas, não hesite e alugue este filme.

O Plano (1998)

Bill Paxton, Billy Bob Thorton e Bridget Fonda são as grandes estrelas deste filme de baixo orçamento. O Plano explora um dos maiores desejos dos seres humanos: descobrir uma mala cheia de dinheiro, perdida no meio da floresta.

Após um violento acidente de avião, três amigos roubam uma mala cheia de dinheiro. Mas a partir daí, é que surgem os verdadeiros problemas...

Força Aérea 1 (1997)

Realizado por Wolfgang Peterson, a acção desta filme decorre a bordo do mais famoso avião do mundo: Air Force 1. Numa visita à Rússia, o presidente americano (papel interpretado por Harrison Ford) promete nunca ceder às exigências de terroristas, mas na viagem de regresso a casa, partidários do ditador do Cazaquistão tomam de assalto o avião presidencial e exigem a libertação do líder terrorista.

Caso contrário, estão preparados para matar a primeira-dama e a sua filha. Impedido de voltar atrás com a palavra, ao presidente resta-lhe arranjar uma forma de recuperar o controle do aparelho. Ao actor Gary Oldman coube-lhe o papel de”mau”.

Sem Medo de VIVER (1993)
É impressionante a forma como este filme, realizado por Peter Weir, retrata o sentimento de culpa que atormenta os únicos sobreviventes de um brutal acidente de aviação.

Com Jeff Bridges e Rosie Perez, foram poucos os cinéfilos que não se arrepiaram com a cena da queda do avião, de um realismo perturbante.

Estamos Vivos (1993)

Baseado numa história verdadeira. A equipa de râguebi do Uruguai vê-se envolvida num violento acidente de aviação, do qual escapam ilesos mais de 20 passageiros.

As buscas começam imediatamente, mas o difícil acesso e as más condições climatéricas que se fazem sentir na Cordilheira dos Andes, obrigam à suspensão das mesmas. Depois de semanas sem comida, os sobreviventes são confrontados com um dilema: morrer ou comer carne humana.

Uma história dramática, de sobrevivência, que recria um dos acidentes mais marcantes da aviação comercial.

Assalto ao Aeroporto (1990)

Um ano depois do assalto ao edifício Nakatomi Plaza, John McClane (Bruce Willis) volta a estar no sítio errado, à hora errada.

Enquanto esperava pela chegada da sua mulher, no aeroporto de Washington, o famoso polícia desvenda um plano terrorista que pretende libertar um importante traficante de droga, e que deverá aterrar nas próximas horas.

Com o objectivo de pressionar o governo americano, esse grupo armado (que controla o sistema de radar do aeroporto) faz cair um aparelho, provocando o pânico na capital norte-americana. Mas graças ao esforço do nosso herói, a paz é restituída.

Aeroplano (1980)

Uma divertida sátira aos filmes de aviação, realizado pela famosa dupla de humoristas, Jim Abrahams e David Zucker.

Uma intoxicação alimentar “ataca” a maioria da tripulação a bordo de um avião, nomeadamente o piloto, que acaba por ter de ser substituído por um passageiro, que tem pavor de voar.

Para auxiliá-lo, está lá a hospedeira, sua ex-namorada. Uma comédia irresistível, que faz parte da galeria dos clássicos da sétima arte.
Ver comentários