Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6
Exclusivos

Tropa e comida para combater o terrorismo em Cabo Delgado

Comandos e ‘Fuzos’ partem para Moçambique, onde a guerra tem duas frentes: militar e social.
Sérgio A. Vitorino 11 de Abril de 2021 às 11:58
Comandos e ‘Fuzos’ partem para Moçambique, onde a guerra tem duas frentes: militar e social.
Por Sérgio A. Vitorino 11 de Abril de 2021 às 11:58

"Desengane-se quem pensa que a solução para Cabo Delgado é apenas militar, mas vamos ajudar o mais que conseguirmos." O aviso é de um oficial superior português, que acompanha o processo de preparação das equipas que, nos próximos meses, vão partir para Moçambique para formar unidades de elite das forças armadas e de defesa locais. O autorizado é que sejam só essas tropas moçambicanas a combater o terrorismo islâmico da Al-Shabab (filiada no Daesh) em Cabo Delgado, que nos últimos três anos causou duas a três mil mortes, mais de 700 mil deslocados e que teve a 24 de março um dos episódios mais sangrentos, com perto de uma centena de mortes, muitas por decapitação, na invasão à vila de Palma, a 25 km da Tanzânia, onde existem os principais investimentos estrangeiros na área do gás natural. 

Os cerca de 60 elementos dos Comandos, Fuzileiros e, provavelmente, controladores aéreos avançados da Força Aérea, ainda não sabem quando recebem a guia de marcha. Para já, o processo está na fase política - as decisões residem nos Ministérios da Defesa e dos Negócios Estrangeiros de ambos os países. Por essa razão, os militares em Portugal ainda não sabem quando começam a trabalhar no terreno, nem como. "Em Moçambique já está o chefe da missão [brigadeiro-general Francisco Duarte, desde 31 de março] e os dois oficiais que vão liderar os principais projetos [Comandos e Fuzileiros] partiram esta semana", concretiza o oficial, que solicita o anonimato por não estar autorizado a falar uma vez que "nem sequer o acordo formal, político, de cooperação está assinado". "Seria importante haver decisões rápidas. Esperamos contribuir com doutrina, inteligência e respeito para se cortar este ‘nó górdio’ que se criou em Cabo Delgado", diz a fonte.

De acordo com o Ministério da Defesa, que recusou esclarecimentos adicionais aos já prestados publicamente pelo ministro João Gomes Cravinho, esse Programa-Quadro de Cooperação no Domínio da Defesa 2021-26 será assinado no fim do mês, em Lisboa, aproveitando uma visita do homólogo moçambicano, Jaime Neto. Anteriormente, Cravinho mostrou alinhamento com os militares. Para já, há que restabelecer a segurança em Cabo Delgado. No outro braço, o apoio à população e a criação de condições para travar os jovens que, desiludidos com a pobreza e a falta de expectativas, se continuam a juntar, voluntariamente ou à força, aos terroristas islâmicos. 

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso à edição digital e a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site 1€ (IVA incluído) Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica

ou
UTILIZE O
Cabo Delgado Moçambique Terrorismo Terroristas
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

O CM+ leva-o de volta às salas de cinema. Participe! Exclusivo para assinantes.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Piza rica do mar. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

Coleção Receitas Facílimo: Salmão em papelote. Faça já download do eBook e áudio.

Ver Mais

"Uma Parte Errada de Mim" é uma lição de vida, de força e humildade. Não deixe de ler este livro. Portes já incluídos.

Ver Mais

Caldas Internacional Hotel: Até 3 Noites com Pequeno-Almoço, nas Caldas da Rainha desde 28€. RESERVAS ONLINE!

Ver Mais