Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
2

BE defende parque de lazer na zona que abrange a Praia de Faro, Ludo e Pontal

Aníbal Coutinho frisa que espaços verdes na cidade de Faro permanecem "mais ou menos inalterados" há 20 anos.
Lusa 22 de Setembro de 2021 às 10:26
Aníbal Coutinho
Aníbal Coutinho FOTO: Direitos Reservados/Twitter
O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Faro defendeu esta quarta-feira a construção de um parque lazer na zona que abrange a praia de Faro, Ludo e Pontal devolvendo essas áreas aos cidadãos e requalificando-as ambientalmente.

Numa ação de campanha na freguesia de Montenegro, que engloba estas zonas, Aníbal Coutinho afirmou à Lusa que é possível "respeitar" a propriedade privada e ainda assim criar "zonas pedestres, cicláveis de lazer e de cultura".

"O que nós necessitamos é de um parque adstrito à cidade de Faro, que possa englobar essa zona e que permita que alguma propriedade possa ser readquirida pelo Estado, ou concessionada, de forma a ser devolvida ao espaço público e aos cidadãos", argumentou.

Segundo o candidato, os espaços verdes na cidade mantêm-se "mais ou menos inalterados" há 20 anos, tendo a Horta das Figuras, junto ao Teatro Municipal, e o Parque Ribeirinho, na mesma área, sido "parcialmente" ou "mal intervencionadas".

Aníbal Coutinho frisou que, atualmente, os espaços verdes na cidade se resumem ao Jardim da Alameda - atualmente em obras, - e à Mata do Liceu.

Em relação a este último espaço, o médico defendeu que devia ser intervencionado e o facto de se situar junto a duas escolas deveria torná-lo num espaço verde "voltado para a juventude".

A zona do cais comercial é outro dos locais visto pelo candidato como passível de ser reabilitados, mas com "pouco impacto ambiental".

Aqui, argumentou, deveriam surgir "espaço verdes e pequenas áreas de comércio", naquilo que seria "mais uma devolução de uma zona da cidade aos cidadãos".

Na ação realizada numa freguesia de características "suburbanas", com áreas de habitação, pequeno comércio e perto de um dos polos da Universidade do Algarve, o candidato assumiu o desejo de ver a velocidade reduzida para 30 quilómetros hora em alguma das ruas de Montenegro.

"É necessário reduzir o risco de quem se desloca a pé, de bicicleta ou de quem está em lazer ou a fazer a sua vida quotidiana e, para isso, é preciso reduzir a velocidade dos carros", realçou.

Aníbal Coutinho tem como adversários na corrida à presidência da capital algarvia o 'repetente' Rogério Bacalhau (PSD) -- que se candidata a um terceiro e último mandato -, o antigo vereador socialista João Marques, Custódio Guerreiro (Chega), Catarina Marques (CDU) e Elza Cunha (PAN).

Nas eleições de 2017, a coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM obteve 43,94% dos votos, alcançando maioria absoluta no executivo, com cinco vereadores. O PS obteve 38,06% dos votos (restantes quatro vereadores) e a CDU, com 7,38%, perdeu o vereador que tinha assegurado em 2013.

Ver comentários