Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

CDU no Porto apela ao voto para travar especulação imobiliária

Ilda Figueiredo. candidata da CDU à presidência da Câmara do Porto, diz querer impedir a especulação imobiliária que Rui Moreira "não quis travar".
Lusa 23 de Setembro de 2021 às 13:39
Ilda Figueiredo
Ilda Figueiredo FOTO: Fernando Veludo/Lusa
A candidata da CDU à presidência da Câmara do Porto apelou esta quinta-feira ao voto para que o partido continue e reforce a representação na autarquia, e ajude a impedir a especulação imobiliária que Rui Moreira "não quis travar".

"Creio que é fundamental para a defesa da população da cidade que a CDU continue a ter uma representação na Câmara do Porto, e que ela até seja reforçada (...). Esse apelo eu faço, porque receio bem que o Porto se torne na cidade da especulação imobiliária e que as pessoas, os jovens casais, as pessoas de baixos rendimentos, continuem a sair da cidade por não terem condições para pagar rendas elevadas, resultados desta especulação imobiliária que Rui Moreira não quis travar", afirmou Ilda Figueiredo.

Durante uma ação de campanha no metro do Porto, para apontar problemas sentidos pelos invisuais, mães com carrinhos de bebé e idosos ao andar na cidade e nos meios de transporte, a candidata foi questionada se teme que os votos da CDU de dividam entre a esquerda e que tenha de os contar até ao fim da noite de domingo para saber se é eleita, a candidata da CDU afirmou que tem sentido "um apoio grande" nos contactos com a população e que "confia" no trabalho da coligação PCP/PEV.

"Confio que a população da cidade, que conhece o trabalho que a CDU tem feito na Câmara, na Assembleia, nas Freguesias, que tem esta disponibilidade de ida aos locais, que à segunda-feira à tarde recebe, no gabinete, todas as pessoas que lá querem ir", disse, destacando ser "a única vereadora que o faz e que a partir daí desenvolve todas as atividades e ações necessárias para ajudar as pessoas a resolver os seus problemas".

Ilda Figueiredo disse esperar "que se compreenda a importância de ter a CDU no executivo municipal do Porto".

"Espero que este ano [o resultado da eleição] seja mais cedo, que a votação na CDU seja mais forte (...), mas também é preciso ter em conta que, por causa da pandemia, foi prolongada a hora da votação", disse, referindo que as urnas vão fechar às 20:00.

Ilda Figueiredo acompanhou esta quinta-feira Nuno Água, 48 anos, invisual, numa viagem de metro desde a estação 24 de Agosto, na baixa do Porto, à estação Nasoni, na zona de Campanhã, e ouviu as inúmeras queixas de utente, designadamente "ruas com calçada desniveladas", "tampas das sarjetas levantadas" e "a falta de sinal auditivo nos semáforos fora da zona centro da cidade".

Ilda Figueiredo saiu na estação de metro de Nasoni e acompanhou Nuno Água a sua casa, na Rua da Presa de Contumil. Depois de observar as dificuldades para chegar ao bairro, com valas na estrada sem proteção, deparou-se com um lago com água esverdeada e cheio de algas e lixo que ali existe sem qualquer vedação e que pode colocar em risco a vida de invisuais e crianças e população em geral.

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de domingo, Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos! e MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

CDU Câmara do Porto Porto Rui Moreira Ilda Figueiredo Nuno Água Nasoni política autoridades locais
Ver comentários