Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
8

“800 pessoas no avião? F****”: controlador aéreo não queria acreditar no que o piloto de aeronave em Cabul lhe comunicava

Avião da Força Aérea norte-americana retirou no passado domingo vários civis do Afeganistão.
Correio da Manhã 17 de Agosto de 2021 às 12:15
A carregar o vídeo ...
“800 pessoas no avião? F****”: controlador aéreo não queria acreditar no que o piloto de aeronave em Cabul lhe comunicava

Um avião da Força Aérea dos Estados Unidos da América descolou do aeroporto de Cabul, no Afeganistão, com 640 pessoas a bordo, neste domingo.

Através da comunicação de rádio com a torre de controlo, o piloto confirmou a presença de 800 pessoas no Boeing C-17 Globemaster III, para espanto do controlador aéreo da base de Al Udeid, no Catar, para onde seguiu a aeronave.

"800 pessoas no avião? F****", disse o controlador, surpreendido com o elevado número de pessoas que seguia no avião da Força Aérea dos EUA.

A bordo do avião seguia o pessoal da embaixada norte-americana no Afeganistão e civis afegãos.

Várias pessoas tentaram agarrar-se a diferentes partes da aeronave antes de descolar e houve até quem conseguisse colocar-se no trem de aterragem. A tripulação optou por iniciar a viagem e algumas imagens mostram dois corpos a cair do avião depois de a aeronave ter levantado voo.

Esta não foi a primeira vez que um avião deste tipo transportou um número tão elevado de passageiros. Em 2013, após um tufão que atingiu as Filipinas, 670 pessoas foram resgatadas pelo Boeing C-17 Globemaster III da Força Aérea dos EUA, que tem carga útil de 77 toneladas.

Fonte oficial do governo dos EUA confirmou ao Defense One a existência de outras aeronaves com centenas de pessoas a bordo.

O aeroporto de Cabul tem sido palco de vários episódios de caos nos últimos dias, fomentado pelo desespero dos afegãos que procuram fugir do país, recentemente tomado pelos talibãs.

Cinco pessoas foram mortas durante a confusão vivida no aeroporto da capital do Afeganistão, mas ainda se desconhece a razão das mortes. Fonte oficial do governo norte-americano adiantou à Reuters que os militares apenas dispararam tiros para o ar para dispersar a multidão.

Dois outros homens que se encontravam armados foram mortos pelas tropas dos EUA, confirmou o governo norte-americano.

O secretário adjunto da Defesa para os Assuntos Públicos dos EUA, John Kirby, já mostrou a disponibilidade do país para evacuar 22 mil afegãos.

Cabul afeganistão torre de controlo avião aeroporto conflito armado distúrbios
Ver comentários