Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
7

Aumenta para 170 o número de mortos no massacre do aeroporto de Cabul

Dados revelados no mais recente balanço de fontes da área da saúde, mas ainda se desconhece o número oficial.
Lusa 27 de Agosto de 2021 às 18:31
Explosão em Cabul vista do aeroporto
Explosão em Cabul vista do aeroporto FOTO: DR

Pelo menos 170 pessoas morreram e 150 ficaram feridas no atentado suicida perpetrado na quinta-feira pelo grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) no aeroporto de Cabul, indicaram esta sexta-feira fontes sanitárias e próximas dos talibãs.

Até agora, o número total ascende a 170 mortos, entre os quais soldados norte-americanos, e há pelo menos 150 feridos, disse uma fonte próxima dos líderes talibãs, citada pela agência Efe a coberto do anonimato.

Os Estados Unidos já tinham indicado que no atentado morreram 13 militares norte-americanos e outros 18 ficaram feridos e o Governo britânico também comunicou a morte de três cidadãos britânicos, dois adultos e uma criança.

O anterior balanço do que se pensava ter sido um duplo atentado dava conta de 95 mortos -- entre os quais 13 militares norte-americanos - e 150 feridos, mas depois de o ramo afegão do EI, o Estado Islâmico da Província de Khorazan (ISKP), ter reivindicado ainda na quinta-feira o atentado referindo-se a apenas um dos seus combatentes como autor de uma única explosão, o Pentágono disse esta sexta-feira, em conferência de imprensa, ter concluído que realmente houve só uma explosão no aeroporto de Cabul.

Afeganistão Cabul Estado Islâmico distúrbios guerras e conflitos guerrilha terrorismo
Ver comentários