Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Ataques informáticos vão aumentar em breve devido à guerra na Ucrânia

Setores energético, de telecomunicações, transportes e infraestruturas são alvos principais.
Miguel Azevedo 24 de Maio de 2022 às 09:21
A Rússia utiliza táticas ofensivas  cibernéticas para retaliar sobre os  mesmos  setores  de que está  a ser alvo  de sanções
A Rússia utiliza táticas ofensivas cibernéticas para retaliar sobre os mesmos setores de que está a ser alvo de sanções FOTO: iStockPhoto
Os ciberataques a países da União Europeia e a outros países pertencentes à NATO vão aumentar nos próximos meses, com os setores energético, de telecomunicações, transportes e infraestruturas críticas como alvos principais. O alerta é da empresa de cibersegurança S21sec, que explica que o aumento dos ataques está relacionado com a guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

Entre os vários cenários possíveis está a "utilização de táticas ofensivas cibernéticas que permitam a retaliação sobre os mesmos setores em que a Rússia está a ser alvo de sanções internacionais", bem como o " patrocínio camuflado de ciberataques, por parte da Rússia, a organizações e empresas de países da União Europeia, Canadá ou EUA através de grupos de cibercriminosos (como os grupos de ‘ransomware’ ou milícias digitais)", explica Hugo Nunes, responsável na S21sec Portugal.

Desde 2014 que há registos de ciberataques entre a Rússia e a Ucrânia, quando atacantes russos bloquearam os sistemas de telecomunicações na Crimeia. Em 2015 e 2016, a Rússia atacou empresas energéticas ucranianas e, em 2018, várias agências de segurança alertavam para operações russas contra setores estratégicos. Mas o perigo não vem só da Rússia. No mês passado, o FBI acusou o grupo ‘Lazarus’, composto por piratas informáticos associados à Coreia do Norte, de terem sido responsáveis pelo roubo de 636 milhões de dólares (600 M €) em ethereum - a criptomoeda mais comum depois da bitcoin.
Rússia Ucrânia S21sec Portugal diplomacia tecnologias de informação
Ver comentários
}