Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
6

Costa anuncia 50 milhões de euros para ajudar Polónia a receber refugiados

Polónia recebeu do PM português garantia de solidariedade e apoio.
Correio da Manhã 21 de Maio de 2022 às 10:52
Costa cumprimenta o homólogo polaco, Mateusz Morawiecki, em Varsóvia
Costa cumprimenta o homólogo polaco, Mateusz Morawiecki, em Varsóvia FOTO: EPA
António Costa anunciou esta sexta-feira, em Varsóvia, um apoio num valor de até 50 milhões de euros à Polónia para melhorar as capacidades desse país no apoio a refugiados ucranianos.

O primeiro-ministro português fez o anúncio após encontro com o homólogo polaco, Mateusz Morawiecki, explicando que se trata de apoio material, que incluirá, entre outras coisas, "casas pré-fabricadas, casas modelares, bens alimentares, produtos farmacêuticos, roupa e calçado".

Sobre o montante máximo da ajuda, 50 milhões de euros, Costa referiu que "esses são os fundos disponíveis para mobilizar para esse esforço humanitário através da Polónia".

Perante Morawiecki, o líder português garantiu que Portugal se sente igualmente próximo da Polónia e da Ucrânia, pelo que garantiu que "a Polónia pode contar com todo o nosso apoio nesse esforço para ajuda humanitária aos refugiados ucranianos".

Costa visitou depois o Estádio Nacional de Varsóvia, onde foi instalado o maior centro de acolhimento de refugiados, que já recebeu cerca de 3,6 milhões de ucranianos.

Nos inúmeros balcões de atendimentos instalados no estádio está disponível um folheto da Segurança Social portuguesa, escrito em ucraniano e polaco, para informar quem decida procurar apoio no nosso país. Costa salientou que Portugal já recebeu 36 mil ucranianos e reiterou que está aberto a apoiar a Polónia. Espera desse país, frisou, "uma lista das necessidades efetivas", a fim de avaliar a resposta possível.
Ver comentários
}