Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

"É o completo fracasso da invasão": Zelensky comenta uso de armas laser pela Rússia

Putin avançou que a arma se chama "Zadira".
Correio da Manhã e Reuters 19 de Maio de 2022 às 09:22
O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, felicitou o grupo nas redes sociais
O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, felicitou o grupo nas redes sociais
A Rússia disse, esta quarta-feira, que está a utilizar uma nova geração de armas a laser na Ucrânia para queimar drones. Putin avançou que a arma se chama "Zadira".

Em entrevista à televisão estatal russa, o presidente russo referiu que "as armas laser levam à destruição física do alvo - destruição térmica", especificando que "elas queimam".

Perante as declarações de Putin, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, ridicularizou a intervenção esta quarta-feira à noite, no seu discurso noturno ao país, comparando as notícias sobre os lasers com as chamadas armas milagrosas que a Alemanha nazi revelou numa tentativa de evitar a derrota na Segunda Guerra Mundial.

"Ficou ainda mais claro que não têm qualquer hipótese na guerra", explicou Zelensky, salientando que se trata de propaganda sobre "uma arma espantosa que capaz de assegurar um ponto de viragem".

Segundo o presidente ucraniano, "assim se vê que no terceiro mês de uma guerra em grande escala, a Rússia está a tentar encontrar a sua 'arma milagrosa'".  "Tudo isto mostra claramente o completo fracasso da invasão", rematou Zelensky.

Quase nada é conhecido publicamente sobre a arma "Zadira", mas em 2017 os media russos avançaram que a empresa nuclear estatal Rosatom ajudou a desenvolvê-la como parte de um programa para criar novas armas.

A 24 de fevereiro a Rússia invadiu a Ucrânia. Com um país quase totalmente destruído e com as tropas russas a deixar a maior parte das cidades, ainda não há cessar-fogo à vista.
Volodymyr Zelensky Ucrânia Rússia Putin distúrbios guerras e conflitos distúrbios guerras e conflitos
Ver comentários
}