Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Ex-presidente russo alerta para Terceira Guerra Mundial caso algum país da NATO invada a Crimeia

Se a Finlândia e a Suécia se juntarem à Aliança, a Rússia estará "pronta para medidas de retaliação", referiu ainda.
Reuters 28 de Junho de 2022 às 00:00
O Governo foi instruído para definir um sistema de medidas de resposta", disse Medvedev
O Governo foi instruído para definir um sistema de medidas de resposta', disse Medvedev FOTO: EPA
O antigo presidente russo, Dmitry Medvedev, referiu, esta segunda-feira, que qualquer invasão na península da Crimeia levada a cabo por um membro da NATO pode provocar uma declaração de guerra contra a Rússia e levar à "Terceira Guerra Mundial".

"Para nós, a Crimeia é uma parte da Rússia. E isso significa para sempre. Qualquer tentativa de invasão da Crimeia é uma declaração de guerra contra o nosso país", referiu Medvedev, ao site de notícias Argumenty i Fakty.

De acordo com o antigo presidente russo, "se isto for feito por um estado-membro da NATO, isto significa conflito com toda a aliança do Atlântico Norte (...) e uma catástrofe completa".

Medvedev, agora vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, também referiu que se a Finlândia e a Suécia integrem a NATO, a Rússia vai reforçar as suas fronteiras e estará "pronta para medidas de retaliação", tais como a instalação de mísseis hipersónicos Iskander "na sua fronteira".
Ex-presidente Dmitry Medvedev NATO Rússia Rússia
Ver comentários
}