Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
5

Mais de 1700 militares ucranianos de Azovstal renderam-se desde segunda-feira

Nas últimas 24 horas, o número é de 771 combatentes.
Lusa 19 de Maio de 2022 às 09:54
Fábrica de Azovstal
Fábrica de Azovstal FOTO: Reuters
O Ministério da Defesa russo anunciou hoje que 1730 soldados ucranianos escondidos na siderúrgica Azovstal em Mariupol, no sudeste da Ucrânia, renderam-se desde segunda-feira.

"Nas últimas 24 horas, 771 combatentes do regimento nacionalista Azov da siderúrgica Azovstal em Mariupol renderam-se. No total, desde 16 de maio [segunda-feira], 1730 combatentes, incluindo 80 feridos, foram feitos prisioneiros", disse o ministério.

Também o líder da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Denis Pushilin, disse hoje que mais de metade dos militares ucranianos sitiados na siderúrgica renderam-se.

Azovstal em Mariupol Ucrânia Ministério da Defesa Azov política defesa
Ver comentários
}