Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Ucrânia regista morte de pelo menos 2 500 soldados e quase 4 000 civis em três meses

Estima-se que 433 menores tenham ficado feridos, de acordo com os números divulgados.
Lusa 24 de Maio de 2022 às 16:33
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia FOTO: Reuters
Entre 2.500 a 3.000 soldados ucranianos e pelo menos 3.930 civis, incluindo mais de 200 crianças, morreram desde o início da invasão russa da Ucrânia, há três meses, segundo dados oficiais de Kiev.

De acordo com os dados recolhidos pelo portal de notícias ucraniano The Kyiv Independent, e difundidos pela Procuradoria-Geral do país, os bombardeamentos russos que assolaram o país mataram 234 crianças.

Estima-se que 433 menores tenham ficado feridos, de acordo com os números divulgados, mas que são incompletos já que há locais onde as hostilidades ainda não cessaram ou permanecem ocupados pelos russos, impossibilitando uma contagem fiável dos feridos e baixas, advertiu a procuradoria ucraniana, na rede social Telegram.

Ucrânia guerra Rússia política morte civis soldados
Ver comentários
}