Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
8

CDU diz que é de "enorme gravidade" Rio considerar governar com apoio do Chega

"Rui Rio e o PSD estão a normalizar um partido que é uma aberração em democracia", afirma António Filipe.
Lusa 25 de Janeiro de 2022 às 22:49
António Filipe
António Filipe FOTO: Mário Cruz/Lusa
O dirigente comunista António Filipe considerou esta terça-feira "de enorme gravidade" o presidente social-democrata, Rui Rio, considerar governar com o apoio do Chega, partido que classificou como "uma aberração em democracia".

"Ouvimos Rui Rio dizer que não, não quer formar governo com o partido da extrema-direita, mas em boa verdade não se incomoda se puder governar com o seu apoio", disse o cabeça de lista da CDU pelo círculo eleitoral de Santarém, durante um comício em Samora Correia, concelho de Benavente (Santarém).

António Filipe sustentou que "estas afirmações são de enorme gravidade" e que demonstram duas coisas: "Rui Rio e o PSD estão a normalizar um partido que é uma aberração em democracia. Um partido racista, xenófobo, saudosista do fascismo, que faz da campanha eleitoral um palco para o discurso do ódio, que quer semear a divisão entre os mais pobres para gáudio dos mais ricos".

O dirigente comunista sustentou que "não se pode normalizar esta força política em nome da democracia".

Rui Rio CDU Rio Chega António Filipe política eleições partidos e movimentos Santarém
Ver comentários