Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
6

Filipe Gaivão cumpre meta diária de bicicleta: "Hoje prometia ser um dia difícil"

Ciclista partiu numa viagem solidária de bicicleta que visa "dar maior visibilidade às pessoas que sofrem de esclerose múltipla".
Correio da Manhã 15 de Julho de 2019 às 18:34
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão

Filipe Gaivão, de 57 anos, partiu na passada quarta-feira, dia 10, de Bruxelas rumo a Lisboa, numa viagem solidária de bicicleta que visa "dar maior visibilidade às pessoas que sofrem de esclerose múltipla", e pedalou esta segunda-feira mais 130 quilómetros previstos, apesar do "dia péssimo" que relata. 

"Hoje prometia ser um dia difícil porque acordei bastante pior do meu joelho. Cheguei a ir ver se havia comboios para o destino de hoje, mas Graças a Deus que não havia e ainda bem porque enquanto me fui preparando as coisas foram melhorando.

Após o pequeno almoço arranquei de Tours com muita dificuldade mas passado cerca de uma hora parece que as coisas melhoraram e com a ajuda do vento traseiro muito favorável avançava a um excelente ritmo. 

Mas a luta não estava ganha e cerca de um terço da viagem a dor acertou-me em cheio e ali ficou mais um bocado até voltar a abrandar.

Ainda voltou perto do final mas aí a batalha era a meu favor. Tenho mesmo de agradecer ao vento milagroso. Acabei por fazer os 130 km de hoje em 7 horas que é excelente. 

Assim vou ter tempo de descansar e arrumar de vez esta luta.

Durante o percurso de hoje passei por vários Chateaux que tive pena de não ir visitar mas o facto de estar de bicicleta não permite grandes desvios.

Mais um pretexto para voltar de carro ou moto. Adorei a travessia de Tours junto ao rio, numa calma fantástica.

E o que dizer dos nossos portugueses que continuam acenas constantemente. Fantásticos".

Ver comentários