Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
2

Filipe Gaivão: "Uma semana a pedalar. Uma semana de esforço por uma boa causa"

Ciclista partiu numa viagem solidária de bicicleta que visa "dar maior visibilidade às pessoas que sofrem de esclerose múltipla".
Correio da Manhã 16 de Julho de 2019 às 19:46
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão
Filipe Gaivão

Filipe Gaivão, de 57 anos, partiu na passada quarta-feira, dia 10, de Bruxelas rumo a Lisboa, numa viagem solidária de bicicleta que visa "dar maior visibilidade às pessoas que sofrem de esclerose múltipla".

"Uma semana a pedalar. Uma semana de esforço. Uma semana por uma boa causa. Vale a pena.

Para quem tem seguido esta minha viagem solidária e me tem dado força posso dizer que o meu joelho perdeu a batalha e já não dói. Sinto o cansaço mas a dor já faz parte da história.

Hoje foi uma etapa que tinha tudo para ser magnífica.... mas infelizmente não foi. Eu, com os meus 57 anos ainda sou do tempo dos mapas e do quem tem boca vai a Roma. A Roma fui em 2017. Hoje só queria chegar a Jonzac e descansar mas o power bank decidiu que não tinha carga e como tal, a bateria do telefone não era suficiente para seguir o gps e principalmente numa etapa longa e sinuosa. Portanto, verifica-se o percurso. Apaga-se o gps, pedala-se, no cruzamento seguinte repete-se tudo outra vez. Por vezes, enganei-me e tive de voltar atrás e tive de parar para almoçar enquanto pedia para carregar o telemóvel.

Enfim..... um stress dispensável. Só consegui resolver o meu problema a 1 quilómetro do hotel. Mas o stress foi grande. Já passou. Amanhã só pode correr bem e lá vou eu para a segunda semana.

Um pequeno pormenor. Faltavam cerca de 15 quilómetros, andava eu stressado com a tecnologia e o ar indiferente dos franceses em ajudar, quando passou por mim um camião português, que se agarrou a buzina e começou a fazer uma festa tão grande que simplesmente comecei a chorar de emoção. Estas viagens provocam reações estranhas mas fantásticas.

Em termos de paisagem estou extasiado com os campos de girassol a sorrir para mim e com as vinhas. Atravessar a região de Bordéus e Cognac é um privilégio".

Ver comentários