01:00 | 12/10
‘Magia’ chinesa triunfa

‘Magia’ chinesa triunfa

Ganhar não representa nada." Foi assim que o Prémio Nobel da Literatura deste ano reagiu à escolha da Academia Sueca. O chinês Mo Yan estava na terra natal, Gaomi, de visita ao pai idoso, quando soube da notícia, anunciada ontem.
15:01 | 11/10
Mo Yan disse estar "radiante e assustado" com Nobel

Mo Yan disse estar "radiante e assustado" com Nobel

"Radiante e assustado", foi como o escritor chinês Mo Yan reagiu nesta quinta-feira ao anúncio de atribuição do Nobel da Literatura 2012, disse o secretário permanente da Academia Sueca, Peter Englund.
13:59 | 11/10
Nobel: Lídia Jorge lamenta que não tenha sido premiado lusófono

Nobel: Lídia Jorge lamenta que não tenha sido premiado lusófono

A escritora Lídia Jorge lamentou nesta quinta-feira, em declarações à agência Lusa, que o Prémio Nobel da Literatura não tenha sido atribuído a um autor do universo da lusofonia, "onde existem muitos que já mereciam".
13:09 | 11/10
Mo Yan é "escolha adequada e convincente"

Mo Yan é "escolha adequada e convincente"

O presidente da Associação Portuguesa de Escritores (APE), José Manuel Mendes, considerou nesta quinta-feira "adequada e convincente" a escolha da Academia Sueca ter recaído no escritor chinês Mo Yan para Prémio Nobel da Literatura 2012.
12:02 | 11/10
Mo Yan vence Nobel da Literatura

Mo Yan vence Nobel da Literatura

O escritor chinês Mo Yan venceu nesta quinta-feira o Prémio Nobel da Literatura. O autor tem editado em tradução portuguesa apenas o romance ‘Peito Grande, Ancas Largas' (Ulisseia). Aos 57 anos, o escritor é considerado um “dos mais famosos, banidos e muito pirateados de todos os escritores chineses”.
01:00 | 09/10
Japonês lidera apostas

Japonês lidera apostas

Haruki Murakami é o favorito, mas a Academia Sueca aprecia surpresas
Ver + notícias