Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
7
Saber mais sobre Orjais
00:30 | 25/10
Morte na Borralheira no tribunal

Morte na Borralheira no tribunal

Dois dos seis jovens que estiveram envolvidos no caso do homem morto atado às grades de um café da Borralheira de Orjais, Covilhã, vão ser julgados de novo quarta-feira.<br/>
00:30 | 04/07
Brincadeira mortal dá pena suspensa

Brincadeira mortal dá pena suspensa

Os seis jovens envolvidos na morte do homem que foi encontrado amarrado às grades de um café em Borralheira de Orjais, Covilhã, foram ontem condenados a penas de prisão entre os seis meses e quatro anos e meio. As penas foram suspensas mediantes várias condições. <br/><br/>
00:30 | 17/06
Condenação para todos

Condenação para todos

O Ministério Público pediu ontem a prisão efectiva para todos os arguidos no caso do homem que morreu amarrado às grades de um café na Borralheira de Orjais, na Covilhã. Os advogados de Defesa pediram a absolvição dos seis arguidos, por falta de provas.<br/><br/>
00:19 | 05/06

Covilhã: Dois ataram a vítima

O inspector da PJ que investigou a morte de João Inácio, asfixiado pelo próprio vómito em Borralheira de Orjais, Covilhã, explicou ontem em tribunal o papel de cada um dos seis arguidos, acusando dois deles de terem atado a vítima (Tiago Afonso e Tiago Cortinhas). “Esses dois ataram. A dúvida está em quem atou o quê”, disse.
00:30 | 29/05
“Amarrado e morto como um animal”

“Amarrado e morto como um animal”

João Inácio "foi atado e morreu como um animal". O desabafo de Maria Almeida espelha o sentimento dos habitantes de Borralheira de Orjais, na Covilhã, onde o agricultor, de 48 anos, morreu amarrado com uma corda às grades de um café e à jante de um carro. Cinco homens e uma mulher começaram ontem a ser julgados por terem atado a abandonado a vítima, a 28 de Outubro de 2007.<br/><br/>
Ver + notícias
Mais notícias