Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

África será das regiões mais afetadas pela escassez de seringas, revela OMS

Alguns países já sofreram alguns atrasos nos seus abastecimentos.
Lusa 28 de Outubro de 2021 às 14:36
Seringa
Seringa FOTO: Getty Images
África enfrenta uma "ameaça" emergente de uma "crise" devido a uma escassez global de seringas descartáveis, incluindo as utilizadas na vacina contra a covid-19, advertiu esta quinta-feira a diretora regional da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o continente africano.

"A ameaça de uma crise de matérias-primas de vacinação paira sobre o continente. No início do próximo ano, as vacinas covid-19 começarão a circular pelo continente, mas a escassez de seringas poderá empatar o progresso", disse Matshidiso Moeti, durante uma conferência de imprensa virtual sobre a evolução da pandemia no continente.

Embora ainda não haja carências, alguns países em África, como o Quénia, Ruanda e África do Sul, já sofreram alguns atrasos nos seus abastecimentos, adiantou.

África do Sul OMS Organização Mundial de Saúde saúde doenças distúrbios guerras e conflitos crises
Ver comentários