Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Autoridades incineram 410 quilos de anfetamina apreendidos em Maputo

Ação visa "desencorajar traficantes", referiu Elino Panguana, porta-voz do Sernic.
Lusa 4 de Novembro de 2021 às 17:27
Anfetaminas x
Anfetaminas x FOTO: Getty Images
As autoridades moçambicanas incineraram um total de 410 quilos de anfetamina, droga apreendida numa residência em agosto, na província de Maputo, sul do país, disse esta quinta-feira à Lusa fonte do Serviço nacional de Investigação Criminal (Sernic).

A droga foi incinerada na quarta-feira em Moamba, arredores de Maputo.

A ação visa "desencorajar traficantes", referiu Elino Panguana, porta-voz do Sernic na província de Maputo.

Segundo o Sernic, os 410 quilos de anfetamina foram apreendidos numa residência naquela província, havendo uma pessoa detida, que estava a arrendar a residência na altura.

As autoridades têm procurado reforçar a vigilância, estando a polícia, nos últimos meses, a anunciar várias apreensões de droga.

Quénia e Tanzânia, países a norte de Moçambique, aumentaram a vigilância marítima nos últimos anos, empurrando os traficantes para sul, em direção à costa moçambicana, em busca de novas rotas e novos mercados, segundo o Escritório das Nações Unidas para a Droga e Crime Organizado (UNODC).

O país é apontado por várias organizações internacionais como um corredor de trânsito para o tráfico internacional de estupefacientes com destino à Europa e Estados Unidos da América, sobretudo heroína oriunda da Ásia, mas as apreensões de cocaína oriunda da América do Sul têm também aumentado.

Maputo Serviço Lusa Sernic Investigação Criminal crime lei e justiça questões sociais polícia
Ver comentários