Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Autoridades moçambicanas apreendem três camiões com madeira

Caso foi denunciado por cidadãos que, ao se aperceberem da movimentação dos camiões, ligaram à polícia, acrescentou o diretor.
Lusa 18 de Junho de 2021 às 19:57
Polícia moçambicana
Polícia moçambicana FOTO: Lusa
As autoridades moçambicanas apreenderam três camiões que transportavam madeira transportada de forma ilegal no distrito de Caia, na província de Sofala, centro de Moçambique, anunciou esta sexta-feira fonte oficial.

A madeira em toros, das espécies Monzo e Chacate, é proveniente da província de Manica, também no centro do país, e tinha como destino a cidade da Beira, em Sofala, disse o diretor do serviço distrital das Atividades Económicas de Caia, Tiago Tomás, citado esta sexta-feira pela Rádio Moçambique.

"Feita a perícia, verificou-se que a documentação de autorização [apresentada pelos transportadores] com apenas um carimbo da direção [de atividades] de Manica não é suficiente para libertar esses camiões", referiu Tiago Tomás.

Segundo as autoridades, o caso foi denunciado por cidadãos que, ao se aperceberem da movimentação dos camiões, ligaram à polícia, acrescentou o diretor.

Vários relatórios nacionais e internacionais têm indicado que Moçambique está a ser palco de crimes ambientais, entre os quais o corte ilegal de árvores, alertando para as consequências dos altos níveis de desflorestação.

Como forma de diminuir a pressão sobre os recursos florestais, algumas medidas restritivas foram aplicadas nos últimos cinco anos para inverter o cenário.

Dados oficiais indicam que Moçambique perde anualmente, pelo menos, 140 milhões de euros devido ao contrabando de madeira.

Ver comentários