Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Autoridades sul-africanas avisam que batalha contra a Covid-19 ainda não terminou

Província do KwaZulu-Natal registou o primeiro caso de infeção a 5 de março do ano passado.
Lusa 5 de Março de 2021 às 15:50
coronavírus, profissional de saúde, pandemia, áfrica
coronavírus, profissional de saúde, pandemia, áfrica FOTO: Reuters
Um ano após o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus na África do Sul, o medo deu lugar à esperança, mas as autoridades avisam que "a batalha ainda não terminou" no país mais afetado pela pandemia no continente africano.

A 5 de março de 2020 era detetada a primeira infeção, na província do KwaZulu-Natal, litoral do país, importada de Itália.

Desde então, as autoridades da saúde sul-africanas registaram 50366 mortes associadas à Covid-19 e mais de 1,5 milhões de pessoas infetadas com o coronavírus SARS-CoV-2, sendo esta sexta-feira o KwaZulu-Natal a segunda província mais afetada do país, depois de Gauteng, com mais de 300 mil casos de infeção e cerca de mil mortes.


batalha Covid-19 África do Sul KwaZulu-Natal saúde questões sociais escravatura
Ver comentários