Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Carlos Veiga apela à união das duas gerações num pacto nacional

Candidato a presidente da República de Cabo Verde quer que todos possam "contribuir para erradicar a pobreza extrema" existente no país.
Lusa 18 de Outubro de 2021 às 07:29
Carlos Veiga, antigo primeiro-ministro Cabo Verde
Carlos Veiga, antigo primeiro-ministro Cabo Verde FOTO: Manuel Moreira
O candidato a Presidente da República de Cabo Verde Carlos Veiga apelou no domingo à união das gerações que garantiram a independência e a democracia num pacto nacional para garantir o futuro do país.

"É um imperativo de todos, quer das gerações que fizeram a independência [1975], quer das gerações que fizeram a democracia e instituíram as liberdades constitucionais [1991], que se unam num pacto nacional em nome de Cabo Verde", afirmou Carlos Veiga, antigo primeiro-ministro (1991 a 2000), no discurso num hotel da Praia em que assumiu a derrota eleitoral e a vitória de José Maria Neves, como novo Presidente da República.

Carlos Veiga apelou a um "pacto nacional" em que todos possam "contribuir para erradicar a pobreza extrema" existente no país: "Vivemos em pleno século XXI, pleno de novas oportunidades e desafios que nos podem catapultar para um futuro mais próspero, mas não podemos deixar ninguém para trás".

Carlos Veiga Cabo Verde política governo (sistema)
Ver comentários