Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Crianças encontram cabeça decepada próximo de um rio em Moçambique

Cabeças de homens carecas são consideradas amuletos nalguns rituais praticados em zonas da África Austral.
Lusa 17 de Janeiro de 2022 às 13:53
Polícia de Moçambique
Polícia de Moçambique FOTO: Getty Images
Duas crianças encontraram uma cabeça decepada, de um homem calvo de 60 anos, quando iam pescar num rio, na província da Zambézia, centro de Moçambique, anunciaram esta segunda-feira as autoridades locais.

As cabeças de homens carecas são consideradas amuletos nalguns rituais praticados em zonas da África Austral.

"A cabeça foi achada, na semana passada, por duas crianças de 10 e 12 anos. Eles iam ao rio para pescar", quando encontraram uma sacola junto a árvores à beira do rio, disse Luís Tomás, chefe do posto administrativo de Chire, na Zambézia, citado hoje pela Rádio Moçambique.

Segundo o responsável, as crianças encontraram-na "através de um cheiro desagradável [que exalava], tendo, de seguida, corrido para informar os seus pais", referiu.

As autoridades suspeitam que o homem tenha sido assassinado na sua residência no princípio do mês e que os criminosos tenham tentado, sem sucesso, levar a cabeça para o Malaui, país que faz fronteira com Moçambique.

"Eles preferiram abandonar a cabeça naquela região", acrescentou.

Até agora "não há suspeitos, mas decorrem trabalhos" para o esclarecimento do caso, concluiu o chefe do posto administrativo de Chire.

Contactada pela Lusa, a Polícia da República de Moçambique (PRM) na Zambézia disse ainda não ter conhecimento do caso.

 

Moçambique Chire Zambézia autoridades locais crime rituais
Ver comentários