Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

EUA agradecem à África do Sul transparência na comunicação da nova variante de Covid-19

Blinken elogiou também a "identificação rápida" da nova variante do coronavírus por parte dos cientistas sul-africanos.
Lusa 28 de Novembro de 2021 às 00:34
Antony Blinken, secretário de estado dos EUA
Antony Blinken, secretário de estado dos EUA FOTO: REUTERS/Leah Millis/Pool
O Governo dos Estados Unidos da América (EUA) agradeceu este sábado às autoridades sul-africanas pela sua transparência na comunicação em relação à nova variante do vírus da covid-19, Ómicron, considerando-as um exemplo para o resto do mundo.

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, manteve uma conversa telefónica com a sua homóloga sul-africana, Naledi Pandor, a quem transmitiu o seu "apreço" pela cooperação em matéria de saúde pública entre os dois países, disse o Departamento de Estado num comunicado.

Blinken elogiou também a "identificação rápida" da nova variante do coronavírus por parte dos cientistas sul-africanos.

A deteção desta nova variante na África Austral é preocupante para a comunidade científica porque apresenta uma amálgama de mais de 30 mutações que, embora algumas tenham sido observadas noutras variantes, como a Beta, esta é a primeira vez que são vistas juntas.

Os receios desta nova variante levaram vários países em todo o mundo, incluindo na União Europeia, a encerrar o tráfego aéreo de países da África Austral, em particular da África do Sul e do Botsuana.

Os EUA, Espanha, França, Itália, Reino Unido, Alemanha, Holanda, Singapura, Canadá, Áustria e Israel estão entre os países que suspenderam temporariamente as viagens ou anunciaram que irão impor restrições.

A covid-19 provocou pelo menos 5.180.276 mortes em todo o mundo, entre mais de 259,46 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante (Ómicron) foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o "elevado número de mutações" pode implicar uma maior infecciosidade.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários