Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Funcionário de centro de vacinação contra a Covid-19 em Luanda detido por falsificação de cartões

Homem, fisioterapeuta e funcionário do Ministério da Saúde há 12 anos, dedicava-se há cerca de dois meses a esta prática.
Lusa 18 de Novembro de 2021 às 16:20
Província de Huíla é a menos beneficiada, com um efetivo para 1.666 pessoas
Província de Huíla é a menos beneficiada, com um efetivo para 1.666 pessoas FOTO: Getty Images
Um funcionário de um centro de vacinação em Luanda foi detido por suspeitas de falsificar cartões de vacinas contra a covid-19, tendo sido encontrados na sua posse 17 cartões já preenchidos e uma quantia de aproximadamente 211 euros.

Segundo a Polícia angolana, o homem, fisioterapeuta e funcionário do Ministério da Saúde há 12 anos, dedicava-se há cerca de dois meses a esta prática, tendo sido encontrado com 17 cartões já preenchidos da covid-19 com os respetivos códigos de barra e cinco cartões ainda não preenchidos, bem como uma quantia de 143.200 kwanzas (cerca de 211 euros).

Nestor Goubel, porta-voz do comando provincial de Luanda adiantou que o suspeito, de 48 anos, que prestava serviços de "mobilizador" no centro Paz Flor, confessou o crime depois de ter sido denunciado pela coordenadora do centro de vacinação.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Luanda crime lei e justiça
Ver comentários