Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Mãe queima mãos do filho com água a ferver como castigo por ter comido pão da vizinha

Mulher foi detida em Luanda. É suspeita de crime de ofensas graves à integridade física.
Lusa 6 de Dezembro de 2021 às 11:44
Polícia de Luanda
Polícia de Luanda FOTO: Getty Images
A Polícia angolana deteve uma mulher acusada de queimar as mãos do seu filho, de cinco anos, com água a ferver, por este supostamente ter consumido pão no valor de 700 kwanzas (um euro), que pertencia a uma vizinha.

Segundo o porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia Nacional, superintendente Nestor Goubel, os factos ocorreram no município de Talatona, arredores de Luanda, e a mulher é suspeita do crime de ofensas graves à integridade física.

Nestor Goubel avançou que o menor teve as duas mãos queimadas pela mãe "pelo facto de ter andado de casa em casa de forma reiterada, pedindo esmolas, pão".

"Tudo se intensificou e levou a mãe a cometer este crime, porque ontem (domingo) mesmo recebeu mais uma queixa de uma vizinha que dizia que a criança comeu em sua casa pão no valor de 700 kwanzas", explicou.

Face às queixas, acrescentou Nestor Goubel, a mãe foi para casa e colocou água a ferver e introduziu as mãos do filho na panela, causando-lhe lesões graves.

"O menor foi socorrido a tempo e hora para o Hospital Geral de Luanda, e posteriormente encaminhado para o hospital dos queimados, onde está a ser assistido e já fora de perigo. Dado a gravidade dos factos procedeu-se à detenção da suspeita que será presente ao Ministério Público às primeiras horas de hoje", salientou.

Luanda Polícia Nacional Nestor Goubel crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários