Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Mais de 1,2 milhões de pessoas em risco por possíveis inundações no centro de Moçambique

Prevê-se risco elevado de cheias em oito distritos nos próximos meses.
Lusa 25 de Outubro de 2021 às 08:54
Moçambique
Moçambique FOTO: REUTERS/Mike Hutchings
Mais de 1,2 milhões de pessoas poderão ser afetadas por inundações em oito distritos das províncias de Sofala e Manica, na região centro de Moçambique, anunciou esta segunda-feira o Comité das Bacias Hidrográficas de Búzi e Pungue.

O porta-voz da entidade, António Melembe, avançou, em declarações à Rádio Moçambique, que se prevê "um risco elevado" de cheias nos oito distritos, para os próximos meses, à semelhança que acontece em cada época chuvosa, de outubro a março.

António Melembe avançou que as autoridades das zonas em risco de inundações estão empenhadas na implementação de medidas visando a mitigação do impacto das intempéries.

Por outro lado, prosseguiu, as estações de monitorização de cheias estão a ser preparadas para poderem fazer um acompanhamento do caudal dos rios da região.

"Estamos entre 80% e 90% em nível de prontidão para monitorizar o comportamento dos rios", declarou o porta-voz do Comité das Bacias Hidrográficas de Búzi e Pungué.

António Melembe disse que as inundações podem afetar os distritos de Búzi, Beira, Nhamatanda, Dondo, Chibabava e Goronga, na província de Sofala, e de Mossurize e Sussundenga, na província de Manica.

Ver comentários