Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

MPLA expressa profunda consternação pelas vítimas das chuvas em Angola

Órgão do partido exortou segmentos da sociedade no sentido de se juntarem às ações do executivo, visando apoiar os sinistrados das intempéries
Lusa 20 de Abril de 2021 às 18:29
Fortes chuvas em Angola
Fortes chuvas em Angola FOTO: Agência Lusa
O secretariado do Bureau Político do MPLA, partido no poder em Angola, manifestou-se profundamente consternado pelas vítimas das chuvas que caíram nos últimos dias em várias províncias do país.

A mensagem de condolências às famílias enlutadas consta do comunicado final da sexta reunião ordinária do Bureau Político do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) realizada esta terça-feira, em Luanda.

O órgão do partido exortou os vários segmentos da sociedade angolana no sentido de se juntarem às ações do executivo, visando apoiar os sinistrados das intempéries.

Várias províncias de Angola têm registado enxurradas nas últimas semanas, tendo Luanda, a capital do país, sido afetada, na segunda-feira por mais de sete horas de chuvas, que resultaram em pelo menos 14 mortes, 8.165 pessoas desalojadas e 1.617 casas inundadas. 

No encontro, os militantes foram informados sobre o Plano da Comissão de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos em Angola, tendo recomendado que se continue a trabalhar para o alcance dos objetivos preconizados, em todas as suas vertentes.

 As medidas administrativas tomadas pelo executivo para o reforço da organização do setor da comunicação social, garantindo o pleno exercício da liberdade de imprensa, nos termos da Constituição e da Lei foram igualmente transmitidas ao Bureau Político do partido.

Na segunda-feira, o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social suspendeu a atividade da TV Record África e dos canais Zap Viva e Vida TV por "inconformidades legais".

No que se refere à vida interna do partido, os participantes apreciaram o plano de realização alargada entre o secretariado do Bureau Político, grupo parlamentar do MPLA e os membros do executivo, bem como o parecer sobre o Relatório de Execução do Orçamento Geral do Estado, referente ao III trimestre de 2020.

MPLA Bureau Político do Movimento Popular de Libertação Angola Luanda política liberdade de imprensa
Ver comentários