Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Poliomielite selvagem: Moçambique confirma primeiro caso em três décadas

Testes revelam que vírus pode resultar de uma mutação vinda de outro país.
Correio da Manhã 19 de Maio de 2022 às 17:35
Caso detetado em criança na província de Tete é o primeiro desde 1992.
Caso detetado em criança na província de Tete é o primeiro desde 1992. FOTO: Reuters

Moçambique confirmou o primeiro caso de poliomielite selvagem, detetado numa criança, na província de Tete. O caso identificado é o primeiro desde 1992, tendo a criança infetada começado a sentir o início da paralisia no final de março. A doença altamente infecciosa é transmitida por contaminação oral ou por matéria fecal, causando paralisia e, em casos extremos, a morte.

De acordo com o The Guardian, o diretor regional da Organização Mundial da Saúde para a África, Matshidiso Moeti, revelou que deteção do novo caso é "muito preocupante" e que demonstrou "o quão perigoso é este vírus e a rapidez com que pode se espalhar".

Em 2020, o continente africano tinha sido declarado livre da poliomielite selvagem. A Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmou que o caso detetado parece ser proveniente de uma mutação vinda de fora do país. Os testes genéticos feitos revelaram que o caso confirmado está ligado a uma mutação que tinha circulado no Paquistão, em 2019.

No mês de fevereiro, em Malawi, já tinha sido identificado um caso similar de poliomielite, quando uma criança de 3 anos desenvolveu a infeção, ficando paralisada.

A erradicação da poliomielite tem sido uma das grandes histórias de sucesso na área da saúde a nível global, o poliovírus selvagem é agora considerado endémico apenas no Afeganistão e no Paquistão.

Segundo o jornal britânico, Moçambique investiga agora a extensão do risco, representado pelo caso detetado recentemente. Duas campanhas de vacinação em massa também já foram realizadas.

Moçambique saúde Poliomielite selvagem casos doenças
Ver comentários
}